Publicidade
Esportes
Partiu Londres?

Pai de Messi se reúne com Chelsea, que prepara 'bolada' pelo craque

De acordo com o jornal inglês "The Sun", Jorge Messi e Roman Abramovich tiveram reunião em iate para discutir os termos de uma transferência para os Blues; acordo chegaria a R$ 432 milhões 07/07/2016 às 13:28 - Atualizado em 07/07/2016 às 13:38
Show 207315 lionel messi
Messi foi condenado a 21 meses de prisão na Espanha por sonegação fiscal e uma mudança de ares seria uma alternativa para melhorar o ânimo do astro (Foto: Reprodução)
ACritica.com Manaus (AM)

Mais uma decepção com a Seleção da Argentina e uma condenação a quase dois anos de cadeia por fraudes fiscais na Espanha. O clima para o astro argentino Lionel Messi na Catalunha não está nada favorável e a saída do Barcelona pode ser uma alternativa para tranquilizar a situação. Talvez por isso, o pai do jogador, Jorge Messi, tenha se reunido nos últimos dias com o dono do Chelsea, Roman Abramovich. Segundo o diário britânico "The Sun", o magnata russo estaria disposto a abrir os cofres para ter o craque no elenco dos Blues na próxima temporada da Premier League.

The Sun informou que o pai de Messi se encontrou com o dono do Chelsea em seu iate (foto: Reprodução)

De acordo com o jornal inglês, a reunião teria acontecido no iate do chefão do Chelsea para discutir os termos de uma possível transferência para o Stamford Bridge. O time de Londres estaria disposto a desembolsar a "miséria" de 100 milhões de libras (equivalente a R$ 432 milhões) para que a "Pulga" deixe o Barcelona.

Bronqueado com o Barça

Uma das causas que poderia levar Messi a “mudar de ares” seria justamente o imbróglio com "Leão" espanhol que levou o argentino e seu pai a uma pena de 21 meses de prisão. O The Sun afirma que o atacante do Barcelona e seu pai estariam muito chateados com a postura da diretoria do Barça durante o processo, apontando que os catalãs não ofereceram o suporte necessário ao longo do caso.

Caso Messi resolva deixar o Barcelona, o Chelsea não é único interessado no craque. Nos últimos meses, o Manchester City, que será comandado pelo amigo Pep Guardiola a partir da próxima temporada, também já acenou com a vontade de contar com o atacante argentino.

Porém, Messi e Barcelona têm vínculo até junho de 2018 e uma negociação complexa teria de ser feita para encaminhar a milionária transferência. Especulações à parte, o astro argentino observa de longe, enquanto curte férias com a família nas Bahamas, depois do fracasso na Copa América Centenário.

Publicidade
Publicidade