Publicidade
Esportes
Craque

Paixão mal correspondida: Luxemburgo acha ‘complicado’ jogar em Manaus e critica CBF

O técnico rubro negro não gostou nenhum pouco do fato de ter jogar na capital amazonense. Embalado pela sequência de vitórias no Brasileirão e na Copa do Brasil, o treinador teme o desgaste físico de seus jogadores 16/10/2014 às 13:28
Show 1
Para Luxemburgo, longa distância até Manaus pode prejudicar o desempenho do time, que finalmente engrenou tanto no Brasileirão quanto na Copa do Brasil
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A paixão avassaladora que a torcida do Flamengo em Manaus proporcionou na segunda-feira (13), quando esgotou todos os ingressos para o confronto com o Botafogo em questão de horas, parece não ter tocado o coração do treinador do time, Vanderlei Luxemburgo. O comandante da equipe não gostou nada do fato de ter que jogar na capital amazonense no momento em que o time engrenou nas duas competições que disputa atualmente.

O “Professor”, como gosta de ser chamado o técnico rubro-negro, criticou a Confederação Brasileira de futebol (CBF) pela mudança dos locais dos jogos. Na sua opinião, a entidade deveria proibir certas alterações nos mandos das partidas na reta final do Campeonato Brasileiro. Em entrevista coletiva após a vitória sobre o América-RN, no Maracanã, na noite desta quarta-feira (15), Luxemburgo foi enfático sobre jogar em Manaus.

“Essa viagem é complicada. Teremos um desgaste muito grande. O translado para sair, tem de chegar uma hora antes no aeroporto e etc. São sete horas de viagem praticamente. Mas acho que isso aí quem tem de intervir é a CBF. Será que pode jogar lá mesmo? É meio complicado. Estamos no fim da competição, quando o desgaste físico é grande. Mas nos cabe continuar trabalhando”, desabafou, em entrevista publicada no Lancenet.

O Flamengo jogará em Manaus no próximo dia 25 de outubro contra o Botafogo pela 31ª rodada do Brasileirão, com mando de campo do Alvinegro carioca. Três dias antes, o Rubro Negro enfrenta o Internacional-RS, no Maracanã. Com 37 pontos ganhos, em 28 jogos, o Mengo está na 10ª posição na tabela. O time com a maior torcida do Brasil vem de duas vitórias seguidas e já está classificado para a semifinal da Copa do Brasil, competição que é o atual campeão.

Falta amor, sobra paixão

Se por um lado Luxemburgo não está morrendo de amores por ter que atuar em Manaus, por outro sobra fanatismo e paixão por parte da torcida local. A prova disso foi a imensa procura pelos ingressos para a partida contra o Botafogo, na Arena da Amazônia. Todos os 43.675 bilhetes foram vendidos em menos de dez horas após a abertura das bilheterias, o que surpreendeu até os organizadores do evento.

Na ocasião, vários torcedores dormiram na porta do ginásio Amadeu Teixeira, local do posto de vendas, na luta para garantir as entradas. Nem o frio e a chuva que caiu desde a madrugada da segunda-feira (13) diminuiu a vontade dos flamenguistas em assistir de perto a atuação do time do coração. A procura foi tamanha que acabou em confusão, torcedores que não conseguiram comprar os bilhetes chegaram a atirar pedras na bilheteria.

Publicidade
Publicidade