Terça-feira, 18 de Junho de 2019
PREVISÃO

Paris Saint-Germain informa que Neymar vai ficar quatro semanas em tratamento

Uma equipe médica do PSG, formada pelo doutor Laurent Aumont e o professor Gerard Saillant, havia viajado na sexta-feira ao Brasil para avaliar 'a duração da indisponibilidade' de Neymar.



neymar_BC6FEBE5-6704-4DA8-A178-534557A33172.jpg
News thumb afp d084093c bf21 4ede 853c 0cfb6068260d AFP
08/06/2019 às 18:26

O Paris Saint-Germain anunciou neste sábado que o atacante Neymar vai ficar quatro semanas afastado devido a sua entorse do ligamento lateral externo do tornozelo direito, sem necessidade cirúrgica, sofrida na quarta-feira durante o amistoso contra Catar (2-0) preparatório para a Copa América.

"O tratamento dessa lesão será articulado em torno de uma reabilitação funcional. O retorno do atacante do Paris Saint-Germain deve ocorrer dentro de quatro semanas", informou o PSG em seu comunicado.

A ruptura de ligamentos no tornozelo direito aconteceu logo aos 17 minutos do amistoso: em uma disputa de bola, Neymar pisou em falso e caiu no gramado, com muitas dores. Ele foi substituído por Everton.

O Brasil enfrenta Honduras em outro amistoso neste domingo, antes da estreia, em 14 de junho, na Copa América contra a Bolívia.

Uma equipe médica do PSG, formada pelo doutor Laurent Aumont e o professor Gerard Saillant, havia viajado na sexta-feira ao Brasil para avaliar "a duração da indisponibilidade" de Neymar.

A estrela deverá estar disponível no próximo dia 3 de agosto para disputar o Troféu dos Campeões contra o Rennes, na cidade chinesa de Shenzhen.

Neymar atravessa uma fase muito difícil, após uma denúncia de estupro apresentada em São Paulo por uma jovem brasileira, que o acusa de ter abusado dela em um hotel de Paris, enquanto que o jogador defende sua inocência e se diz vítima de uma "armadilha" que visava uma extorsão.

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.