Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Craque

‘Pega o beco!’. Goleiro Felipe é mandado embora do Flamengo

Diretoria do Rubro-Negro confirmou que demitiu o arqueiro que estava afastado do time principal desde a chegada de Vanderlei Luxemburgo. O arqueiro já afirmou que entrará na Justiça para cobrar dívida e rescisão contratual



1.jpg Felipe foi demitido pela diretoria do Flamengo e cobrará as dívidas com o clube na Justiça.
27/01/2015 às 18:16

Um dia após conquistar o torneio Super Series, em Manaus, a diretoria do Flamengo resolveu demitir o goleiro Felipe. A decisão de rescindir o contrato do jogador saiu na noite desta segunda-feira (26). O atleta, que tinha acordo com o Rubro-Negro até dezembro de 2015, estava treinando em separado do restante do elenco desde a chegada de Luxemburgo. Sem conseguir firmar acordo para uma rescisão amigável, o ex-camisa 1 do Mengo entrará na Justiça por seus direitos.    

Os cartolas do Mengo não quiseram se aprofundar no tema, mas confirmaram que o goleiro não é mais jogador do clube. Felipe deixa o clube depois de quatro anos onde se tornou um grande pegador de pênaltis. Logo na sua estreia, o camisa 1 defendeu sua primeira penalidade diante do Londrina em um amistoso. Pouco tempo depois, durante a disputa do Cariocão de 2011, ele voltou a pegar outras cobranças diante de Botafogo e Fluminense, caindo assim, nas graças da torcida rubro-negra.

Histórico de confusões

Mesmo antes de desembarcar na Gávea o arqueiro Felipe já havia criado mal estar em outro gigante do futebol brasileiro. Antes de deixar o Corinthians, em 2010, o goleiro foi afastado por conta de um desentendimento com o então presidente do Timão, Andrés Sanchez. Um ano antes, durante o Brasileirão de 2009, o camisa 1 causou polêmica ao não se mexer em uma  cobrança de penal contra o mesmo Flamengo, na derrota de seu time por 2 a 0. Que se tornaria campeão naquela edição do campeonato nacional.

Na final do Estadual do Rio de Janeiro de 2014, onde o Rubro-Negro se sagrou campeão por conta de um erro da arbitragem, que legitimou o gol do volante Márcio Araújo mesmo estando em impedimento, Felipe voltou a “entrar numa fria”. O goleiro foi questionado sobre o erro do árbitro e não se conteve: “Estava impedido, né? Roubado é mais gostoso”. A frase caiu como uma bomba e deixou os vascaínos irritados e a diretoria flamenguista mais ainda.

Agora a briga é na Justiça

Felipe estava encostado desde 2014, quando perdeu a vaga no gol do Mengo para Paulo Victor. O arqueiro perdeu mais espaço ainda com a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo. Desde então ele tenta renegociar sua volta ao elenco ou até mesmo o recebimento de dívidas que se arrastavam. Porém, o camisa 1 não foi reintegrado ao grupo, nem recebeu os atrasados por parte do clube.

O Flamengo deve nove meses de direito de imagem ao goleiro, além de dois décimos terceiros salários. Somando as dívidas, o Rubro-Negro teria que desembolsar  R$ 5 milhões para o atleta. Felipe não aceitou nenhum dos acordos propostos pelo clube desde o afastamento. A quantia que Felipe vai cobrar na Justiça deve aumentar, já que os advogados do, agora, ex-goleiro do Mengo embutirá outros tipos de danos causados pela demissão.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.