Domingo, 05 de Julho de 2020
DUELO DE PREDADORES

Pela liderança, Amazonas FC recebe o Penarol neste sábado (1º)

O embate mede forças entre a Onça Pintada da Zona Leste e o Leão da Velha Serpa pela quarta rodada do Estadual. O jogo será às 15h30 no estádio municipal Carlos Zamith, no bairro Coroado, Zona Leste de Manaus.



DIVULGA__O_3E64AC21-093F-414B-BB92-7EF20AD029C5.JPG Foto: Sandro Pereira/Freelancer
01/02/2020 às 12:55

Um duelo de predadores está marcado para este sábado (1º), às 15h30, no estádio municipal Carlos Zamith, no bairro do Coroado, Zona Leste de Manaus. De um lado, representando a Onça Pintada, e do outro, o Leão da Velha Serpa mostrando a força do futebol de Itacoatiara (municípuo distante 270 quilômetros em linha reta de Manaus). 

Válido pela 4ª rodada do Barezão, o embate coloca duas equipes no gramado em situações opostas na competição. Na vice-liderança, o Amazonas FC soma 7 pontos, atrás apenas do líder Manaus, pela diferença de um gol no saldo. Em caso de vitória a Onça dorme na liderança do campeonato.



O Penarol, por sua vez, fecha o G4 do torneio com 4 pontos, e tenta se distanciar do São Raimundo, que segue na cola somando a mesma pontuação, e diferença de menos dois gols no saldo.

Faro de artilheiro

Iluminado e vestindo a ‘19’ da Onça, o atacante Daivison se recuperou de lesão na pré-temporada e, desde então, anotou três gols em três partidas, mantendo média de um gol por jogo. O centro avante aurinegrino falou da fase de artilheiro na equipe, mas preza pelo seguimento do trabalho coletivo.

“Graças a Deus venho fazendo gols, e espero sempre estar ajudando, não só com gols, mas com assistências, ou algo do tipo. Não achei que iria voltar (da lesão) assim, fazendo gols. Mas glória a Deus que saiu, estou super feliz”, destacou o artilheiro do Barezão 2020.

Para o confronto inédito contra o Penarol, Daivison valorizou o estilo de jogo aplicado pelo técnico Ricardo Lecheva visando sequência de resultados positivos no campeonato. 

“Espero estar contribuindo de alguma forma pra que a gente saia com o resultado positivo, que é o pensamento de todos. Acho que nosso estilo de jogo, em não rifar a bola, que inicia com nosso goleiro e zagueiros, principalmente, faz com que a bola chegue redonda pra gente finalizar”, enfatizou o camisa 19 da Onça.

Canutama ao ataque do Leão

Autor de um dos gols do empate contra o Iranduba na última rodada em Itacoatiara, Edinho Canutama lamentou o resultado, mas disse o que é preciso ser feito para surpreender o Amazonas, hoje, no Zamith.

“Infelizmente deixamos escapar a vitória,  tivemos várias chances de gols, mas a bola não entrou. Mas precisamos manter a cabeça erguida, esquecer a partida contra o Iranduba e focar no nossos objetivos contra o Amazonas pra sair com vitória”, enfatizou o atacante do Leão da Velha Serpa.

News 48367672 1136721996505445 2342939255929569280 n 2dad860c 0057 4e2e b7f5 f53181960f2f
Repórter do Craque
Jornalista formado na Ufam, campus de Parintins. Estudante de pós-graduação em jornalismo esportivo na Universidade Estácio de Sá. Repórter do Caderno de Esporte ‘Craque’ de A Crítica desde novembro de 2018.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.