Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2020
Duelo entre gigantes

Peladão Feminino põe Grêmio Parque 10 e Manaus Moderna frente a frente pela taça

Duelo entre gigantes coloca as duas equipes femininas tradicionais na modalidade na grande final. Jogo começa a partir das 15h deste sábado, na Arena da Amazônia



c685d048-00af-43df-b30f-5dd95c09a663_C6AB4E5D-8FA4-4F7F-AA1E-1D252ACDDED3.jpg Foto: Divulgação
28/12/2019 às 08:10

O dia de decisões no maior campeonato de peladas do mundo promete emocionar os torcedores amazonenses. E amanhã, um confronto coloca frente a frente duas equipes que, historicamente, chegam ‘forte’ na briga pelo título do Peladão.

A partir das 15h, no maior palco do futebol amazonense, a Arena da Amazônia, Grêmio Parque 10 e Manaus Moderna decidem quem fica com o título da categoria Feminino. Enquanto o Tricolor do Parque 10 tenta seu primeiro troféu do torneio em sua segunda decisão, a equipe do bairro Centro quer conquistar o bicampeonato.



Ao longo do Peladão, os dois times construíram campanhas imponentes, ressaltando o favoritismo. A confirmação da vaga na finalíssima veio com goleada para o lado do Grêmio Parque 10, com vitória de 4 a 1 para cima do Fura Olho FC.

Do outro lado, porém, muita emoção com a vaga decidida somente nas cobranças de pênaltis. Após abrir 3 a 0, a Manaus Moderna cedeu o empate para o Salto Fino FC. Na ‘marca da cal’, classificação com Carlinha, Cracke e Giselinha convertendo as cobranças - a goleira Liviane ainda pegou um.

Do ‘profissa’ ao peladão

É comum vermos atletas profissionais desfilando sua qualidade com a bola no pé nas partidas do Peladão. E no Feminino não é diferente. Pelo Grêmio Parque 10, Nath Pitbull e Deise, campeãs estaduais em novembro deste ano com o 3B, Karen e Vitória Cabral são algumas jogadoras que aproveitam a pausa no calendário ‘profissa’.

No Manaus Moderna, Ivanilza Crack, uma das maiores jogadoras de Itacoatiara, e Giselinha são conhecidas do fã de futebol baré. Tanta qualidade promete equilibrar o confronto.

“Nosso adversário é uma grande equipe. Tenho certeza que será um grande jogo, a expectativa é muito boa. É procurar minimizar os erros para ter uma grande exibição na final”, afirmou Marcelo Galvão, treinador do Grêmio Parque 10.

Do outro lado, o respeito também está presente. Mesmo já tendo conquistado o título em 2015, e com mais anos de participação no Peladão, a Manaus Moderna sabe que o desafio será grande na decisão.

“Estamos confiantes no nosso trabalho. As meninas estão aparecendo e conseguindo corresponder. Será um jogo de duas fortes equipes, onde não há favoritismo. Todo respeito, até porque o Grêmio tem várias jogadoras que estavam em 3B e Iranduba”, apontou Elson Esteves, técnico da equipe Manaus Moderna, que já venceu seis partidas de sete no torneio.

Duelo de amigos

Fora das quatro linhas, na comissão técnica, um encontro que vem da Federação Amazonense de Futsal (FAFS) chama atenção. Enquanto Marcelo Galvão, treinador do Grêmio, é vice-presidente na organização, Andreza Azevedo, preparadora física do Manaus Moderna, é presidente.

Para o vice, é uma honra estar ‘ao lado’ de sua colega. “Foi acontecendo durante a competição. Os times foram avançando e vai ser legal protagonizar uma final tão importante para o Estado”, concluiu Galvão.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.