Publicidade
Esportes
Craque

Peladão mostra a ‘sofrência’ que é ser o goleiro da partida

A edição destaca a importância dos goleiros em cada partida e mostra que na maior parte do tempo, eles comem o pão que o diabo amassou 09/01/2015 às 11:25
Show 1
Goleiros são "guerreiros"
Jornal A Crítica ---

Gilmar, Félix, Taffarel e Marcos. Estes quatro goleiros entraram para a história do futebol brasileiro como campeões do mundo e certamente inspiraram milhares de colegas de profissão País à fora. Mas não se engane, na maior parte do tempo, goleiro come o pão que o diabo amassou. Dá uma olhada na cara dos “condenados” nas fotos. Olhe bem para as caretas, para os empurrões e cotoveladas que levam dos atacantes. Isso sem contar com as boladas na cara, topadas nas traves e frangos.


Vamos falar a verdade. É preciso ser muito louco para querer ser goleiro. Ou ser perna de pau mesmo e acabar parando nesta função como castigo.

Neste fim de semana vamos conhecer o campeão indígena da temporada, com direito à festa e escolha da rainha. A semana também reserva emoções para a categoria principal e Master, já que eles estão de volta para mais um temido mata-mata.


Descobrimos um time no Peladinho que é patrocinado por nada menos que a Fifa. Tá pra ti? Consultamos nossos matemáticos e calculamos quantos gols foram marcados até agora, demos de cara com uma mulherada boa de bola e, sem sacanear os goleiros, vamos mostrar um que parece não levar jeito, mas, quando a bola rola, vira uma muralha!

Publicidade
Publicidade