Publicidade
Esportes
Últimos ajustes no Penarol

Penarol aguarda chegada de cinco reforços para o Barezão

O Leão da Velha Serpa aguarda chegada de reforços, mas enquanto isso se prepara para fazer frente ao Fast na estreia do Baré 08/03/2017 às 05:00
Show 17160808 1641476902827751 149456961 n
O Penarol venceu por 7 a 1 jogo-treino realizado no Floro de Mendonça (Foto: Divulgação/Penarol)
Camila Leonel Manaus (AM)

Um pacotão de reforços deve desembarcar em Itacoatiara nos próximos dias para reforçar o Penarol no Campeonato Amazonense. Ao todo, cinco jogadores irão compor o plantel do Leão da Velha Serpa, que estreia no dia 14 de março contra o Fast Clube, no estádio Carlos Zamith.

Ontem o atacante Ronni, artilheiro da série B do Barezão pelo Holanda, chegou na cidade. Nos próximos dias devem chegar os meias Cleiton, vindo do Serra Talhada-PE, e Edicleber, que chega por empréstimo junto ao Remo-PA, o lateral esquerdo Rafael Vieira, que já defendeu o Diriangén Fútbol Club-NIC, e o lateral direito Jamesson, ex-Afogados-PE.

“O clube estava esperando um oxigênio financeiro de um patrocinador e não podia fazer a contratação sem ter certeza do investimento, mas vai dar certo. O interessante é que os jogadores vieram com ritmo de jogo e a chegada nesses atletas que a gente indicou irá compor a espinha dorsal do time”, explicou o treinador Humberto Santos.

Mas enquanto os reforços não chegam o time segue trabalhando. Na tarde de ontem, o time fez um jogo-treino e venceu por 7 a 1 um combinado do time amador, Jauary. Tentos marcados por Marajó, três vezes, Alex Piauí, Alex Pernambucano, Huillian e Kitó. O objetivo da partida é deixar o time afiado para a estreia.

“O Fast está com ritmo de jogo e é o nosso adversário da estreia então vai ser um jogo dificílimo por isso queremos fazer a diferença com jogo treino e trazer jogadores que estejam jogando para acelerar aqui e já entrar com pé de igualdade na competição”.

Apesar de reconhecer a dificuldade da partida, o comandante penarolense reconhece que a equipe tem qualidades e trabalha para integrar o quanto antes os reforços à equipe.

“A gente sempre tem por característica um time de uma marcação muito forte e é um time que tem uma velocidade de saída interessante. Então o que está dificultando é que falta chegar esses atletas que a gente indicou e vai ser a espinha dorsal do nosso time e aí vamos começar a ter uma cara, mas eu estou muito satisfeito pelo rendimento dos atletas. Eu sou um técnico trabalha com intensidade e ritmo forte e eles vêm num ritmo diferente do meu e nesses 10, 12 dias ainda estamos nessa transição, mas eles estão se adequando ao Penarol. Nosso objetivo inicial é ficar entre os quatro primeiros e depois brigar pelo título”, completou.

Publicidade
Publicidade