Publicidade
Esportes
Craque

Penarol quer manter-se focado para passar pelo Nacional e chegar às finais

Objetivo é chegar às finais do Barezão, mas antes treinador espera contar com a qualidade e atitude do seu elenco 28/05/2015 às 09:43
Show 1
Penarol treina forte para vencer o duelo de leões e chegar à final do Barezão
Camila Leonel Manaus (AM)

O Penarol chegou às semifinais do Campeonato Amazonense, mas o técnico Marquinhos Piter quer mais. O objetivo é chegar às finais do Barezão, mas antes o treinador penarolense tem uma “briga de leões” e para sair vitorioso no duelo contra o Nacional, o treinador espera contar com a qualidade e atitude do seu elenco.

Apesar de ter perdido os dois jogos que disputou contra o Nacional na primeira fase do campeonato, o técnico não teme a “Maquinaça” e promete que o Penarol entrará atento do primeiro ao último minuto.

No primeiro turno, o Nacional venceu o Penarol, por 1 a 0, no Floro de mendonça, em Itacoatiara (a 176 quilômetros de Manaus) e no returno, o Leão da Velha Serpa perdeu de 4 a 0, porém no segundo tempo do jogo em Manaus, o time do interior conseguiu neutralizar as jogadas do Naça e por isso, Piter disse que esse jogo serviu de exemplo para as próximas partidas que virão.

“No primeiro tempo, nós não jogamos, mas no segundo tempo, jogamos diferente. O Nacional aproveitou as oportunidades no primeiro tempo e fez 3 a 0, mas nós tivemos muitas oportunidades no segundo tempo e o Nacional não jogou mais e eu fiquei satisfeito, mas que sirva de exemplo para esses próximos dois jogos: temos que entrar atentos”, disse.

Inteligência

Com um jogo de “180” minutos, Marquinhos disse que é importante jogar com inteligência para conseguir passar para a final.  “Tem que ter inteligência para jogar, não é porque a gente vai jogar aqui dentro  (Itacoatiara) que a gente tem que achar que vai fazer um, dois, três gols e tem que ter paciência, nós vamos ter o apoio da torcida, temos o fator casa, mas a torcida não joga dentro de campo, nós temos que estar atentos do primeiro ao último minuto, como eu já falei, para não sermos surpreendidos”, explicou.

Além da inteligência, o treinador também espera contar com a velocidade do time e as jogadas que foram os trunfos de Marquinhos até agora.

Publicidade
Publicidade