Publicidade
Esportes
Craque

Penarol vence Operário no 'jogo das expulsões' e assume a liderança do Barezão

Leão da Velha Serpa bateu o Sapão da Terra Preta por 3 a 1, no Floro de Mendonça, mesmo tendo dois jogadores expulsos. O time de Itacoatiara chegou aos nove pontos e assumiu a ponta do campeonato com uma partida a menos   11/03/2015 às 18:25
Show 1
Penarol venceu a terceira seguida e assumiu a ponta do Barezão 2015.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O Penarol passou um grande sufoco, mas conseguiu vencer a terceira partida seguida no Campeonato Amazonense e assumiu a liderança da competição. A vítima da vez foi o time do Penarol que mesmo atuando por boa parte do jogo com dois jogadores a mais, saiu derrotado. Com o triunfo do Rio Negro sobre o Borbense, o Sapão da Terra Preta caiu para a lanterna do Barezão.

Se por um lado caiu a invencibildade da defesa do Leão da Velha Serpa, o ataque do time de Marquinhos Piter deslanchou. Com gols de Têty, Filipe Cristiano e do eterno artilheiro Kitó, o Penarol venceu o Operário por 3 a 1 - Jonas Pica-pau descontou para o time de Carlos Tozzi.

A partida foi bastante nervosa e movimentada. Com três expulsões, Júnior Neymar e Piru pelo lado do time de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus), e Jonas, pelo lado da equipe de Manacapuru (localizada a 68 quilômetros da capital), além de um pênalti perdido por Clemilton, do Operário.

O Jogo

A equipe de Marquinhos Piter começou o jogo pressionando o time de Carlos Tozzi. Com mais volume de jogo que o adversário, o Penarol abriu o placar aos 17 minutos com um golaço de Têty, que invadiu a área e fuzilou o gol do jovem goleiro Victor. O revés não desanimou o Sapão que tentou o empate logo em seguida. A chance da igualdade foi disperdiçada por Clemilton que cobrou pênalti, mas Robson fez bela defesa.

O jogo seguia tranquilo até os 47 minutos da primeira etapa, quando o atacante Júnior Neymar foi expulso por um suposto pisão anotado pela arbitragem. Confusão formada e policiamento em campo. No meio do tumulto, mais uma expulsão. Desta vez o zagueiro Piru levou o cartão vermelho.

Na volta do intervalo o Penarol tem dois jogadores a menos em campo e mesmo assim chega ao segundo gol aos 7 minutos. Têty rouba a bola na intermediária do Operário e passa para Filipe Cristiano que só empurra pras redes.

Com 2 a 0 no placar, Marquinhos Piter recua o time e explora os contra-ataques para tentar ampliar ainda mais o marcador. Porém, Jonas Pica-Pau diminuiu para o Sapão em cobrança de falta aos 25 minutos e colocou mais fogo no jogo. Pouco tempo depois o autor do gol do Sapão foi expulso. 

O golpe de misericórdia no time de Carlos Tozzi veio pelos pés do eterno artilheiro Kitó. Leozinho faz boa jogada e toca para o atacante matar o jogo e a partida. Final 3 a 1 para o Penarol e liderança do Barezão garantinda.

Na próxima rodada o Penarol, finalmente, jogará longe de seus domínios contra o São Raimundo, no domingo (14), às 16h, na Colina. Já o, agora,  lanterna Operário tem pela frente o Fast Clube, na próxima terça-feira (17), às 20h, no estádio Carlos Zamith.   

 


Publicidade
Publicidade