Publicidade
Esportes
Craque

‘Perdão papa’: Real Madrid bate San Lorenzo e é campeão Mundial de Clubes da Fifa

Equipe espanhola repleta de craques não deu chances ao clube argentino e ergueu a taça no Marrocos. Foi a quarta vez que o time madrilenho venceu a competição intercontinental de clubes 21/12/2014 às 16:05
Show 1
Bale comemora o segundo gol dos merengues sobre o San Lorenzo.
ACRITICA.COM ---

Não teve santa reza que desse jeito. O Real Madrid venceu o time do papa Frnacisco e se sagrou campeão do Mundial de Clubes da Fifa na tarde deste sábado (20), no Stade de Marrakesh, no Marrocos. A equipe espanhola liderada pelo astro protuguês Cristiano Ronaldo não deu chances ao time do coração do Pontífice e venceu a partida por 2 a 0. Foi a 22ª vitória consecultiva dos merengues que levam mais um troféu para a capital da Espanha.

Nem bem o jogo começou e o Real Madrid perdeu a primeira chance de marcar, após bobeira da zaga argentina. O San Lorenzo jogou fechado na defesa tentando um golpe fatal no contra-ataque. Como não poderia deixar de acontecer, os hermanos utilizaram de sua melhor arma: a catimba. O árbitro entrou no teatro do time do papa e acabou paralisando demais o jogo.


Aos 37 minutos da primeira etapa, após cobrança de escanteio de Toni Kroos, brilhou a estrela do zagueiro Sergio Ramos, que subiu mais que a defesa argentina e escorou pro gol. 1 a 0 pros merengues.

O brasileiro Marcelo deixou o jogo aos 44 minutos de jogo, depois de sentir contusão e deu lugar ao português Fabio Coentrão, antes do final do primeiro tempo.

Na segunda etapa o panorama do jogo continuou o mesmo: Real Madrid tocando a bola de pé em pé esperando uma chance de abrir a defesa argentina. E não demorou muito para os merengues acharem um espaço e ampliarem o marcador. Aos 5 minutos, depois de receber a bola livre na grande área, o galês Gareth Bale chutou fraco e o goleiro Torrico engoliu um frango. 2 a 0 pro Real.


Depois do segundo gol o Real diminuiu o ritmo e passou a jogar apenas nos contra golpes. O jogo ficou morno e o San Lorenzo chegava esporadicamente ao ataque. Os poucos lances de perigo dos argentinos esbarravam na segura atuação do goleiro Casillas. 

Nos minutos finais o português Cristiano Ronaldo ainda tentou marcar o seu gol, mas não deu para o melhor do mundo da Fifa. Final de jogo e o todo poderoso Real Madrid ergueu seu quarto título mundial e ainda conseguiu sua 22ª vitória consecutiva. 

Publicidade
Publicidade