Publicidade
Esportes
Craque

Piloto continua em estado grave após acidente no GP do Japão

O francês Jule Bianchi internado em hospital japonês com sérias lesões na cabeça. Acidente ocorreu após o carro do corredor deslizar na pista molhada e atingir em cheio um guindaste 06/10/2014 às 12:22
Show 1
Jules Bianchi é piloto da Marussia e continua internado em estado grave.
Alan Baldwin/Reuters Japão

O piloto de Fórmula 1 Jules Bianchi permanece em estado crítico após sofrer graves lesões na cabeça em um acidente no Grande Prêmio do Japão neste domingo (5), e todos os fãs do esporte rezam pela sua recuperação.

A equipe do piloto de 25 anos, a Marussia, emitiu um comunicado nesta segunda-feira (6) em que não informa nenhum detalhe médico, mas reconhece o "imenso fluxo de apoio e afeto a Jules e à equipe neste momento muito difícil".

Eles disseram que qualquer atualização sobre o estado do piloto seria divulgada de acordo com o desejo da família. "Junto com os cuidados com Jules, eles vão continuar como nosso maior prioridade. Por isso, pedimos paciência e compreensão a respeito de mais atualizações médicas", acrescentou a equipe britânica.

A mídia francesa disse que Bianchi continuava em estado grave e respirava com ajuda de aparelhos, contrariando notícias que na noite de domingo sugeriam que ele respirava por conta própria após ser submetido a uma cirurgia.

A TV Sky Sports informou do Hospital Geral Mie, em Yokkaichi, perto de Suzuka, que a família deveria chegar da França a qualquer momento. Bianchi sofreu as lesões quando aquaplanou para fora da pista molhada e bateu na traseira de um guindaste que retirava a Sauber de Adrian Sutil.


A corrida foi então interrompida, deixando pilotos e equipes em estado de choque. O vencedor da corrida, Lewis Hamilton, que lidera o campeonato pela Mercedes, disse que está rezando pelo francês.

"Nossos primeiros pensamentos vão para Jules --isso ofusca qualquer outra coisa, quando um de nossos colegas está lesionado, e estamos rezando por ele. Perto disso, o resultado da corrida parece não significar nada", disse o britânico.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), responsável pela Fórmula 1, disse que o piloto foi retirado do carro inconsciente e levado para o hospital, onde exames revelaram uma grave lesão na cabeça. Ele foi imediatamente submetido a uma cirurgia.


Publicidade
Publicidade