Terça-feira, 03 de Agosto de 2021
Pan-Americano Junior

Polyanna Araújo conquista vaga inédita nos Jogos Pan-Americano Junior da Colômbia

Ela é a primeira mulher amazonense a se classificar para a competição



WhatsApp_Image_2021-06-14_at_15.40.03__1__1F2BBAF6-FB1C-4722-9F16-ACB60E7F3647.jpeg Foto: Divulgação
14/06/2021 às 15:38

A medalha não veio, mas Polyanna Araújo (categoria 50kg) conquistou uma vaga para os Jogos Pan-Americanos Júnior, que acontecerá na Colômbia.  A classificação veio após ela terminar em quinto lugar na categoria que disputou no Pan-Americano de Wrestling, que terminou no último sábado, na cidade de Oaxtepec, no México. Esta é a primeira vez que uma mulher do Amazonas  se garante na competição que envolve as Américas.

“O nível das lutas foi muito alto. Eu estive competindo com as melhores de cada país da América. Minha trajetória e consegui me classificar para os Jogos Pan. Sou a primeira amazonense a me classificar para os Jogos Pan Junior e está sendo uma sensação incrível e, ao mesmo tempo, uma cobrança maior”, disse a atleta.



Polyanna começou a treinar wrestling há um ano e cinco meses, mas a principal modalidade dela era o jiu-jitsu, onde é faixa marrom. Buscando complementar a arte suave, ela iniciou na luta olímpica e o que era só um 'plus' acabou ganhando um espaço maior, principalmente agora que ela vai ter que se preparar para os Jogos Pan-Americanos Junior.

“Comecei a treinar a modalidade para aperfeiçoar jiu-jitsu, que é o meu forte, e então lutei uma competição no Rio de Janeiro e fui campeã, me classificando para o Pan-americano no México. O wrestling era um complemento no meu BJJ e hoje, com as portas se abrindo, estou focando na modalidade também. O wrestling já passa a não ser somente um complemento agora, com essa classificação ele passa ser um trabalho que tenho que cumprir”, relembrou.

Com duas modalidades para se dedicar, ela disse que ainda pensa como será a rotina de treinos para conciliar as lutas.

“Eu já estava sabendo lidar com as duas modalidades. Não deixando de treinar o jiu-jitsu e focando no wrestling também. É uma rotina mais pesada, mas que vale a pena. Ainda não sei como vai ficar os horários, mas tentarei manter a mesma rotina que estava tendo:  wrestling pela manhã todos os dias em torno de 2h e jiu-jitsu pela tarde. em torno de 2h30 de treino e a partes físicas fica pelo menos duas vezes na semana”.

Medalhas

Dois atletas amazonenses conquistaram o bronze no Pan. Bryan Oliveira terminou em terceiro na categoria até 61kg e Jaílson Silva, categoria até 55kg.  Já Eduardo Trovão (80kg) terminou na quarta colocação.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.