Publicidade
Esportes
PAULISTÃO

Ponte Preta recebe Corinthians em casa buscando reescrever história no Paulistão

Os dois times começam a decidir hoje o campeonato, 40 anos após final histórica em que o Timão quebrou seu maior jejum de títulos diante da Macaca 30/04/2017 às 05:00
Show corinthians04 original
Foto: Divulgação/Corinthians
Valter Cardoso Manaus-AM

O primeiro capítulo da reedição da histórica final de 1977 entre Corinthians e Ponte Preta finalmente tem início. Quatro décadas depois, os clubes farão um reencontro nostálgico pela primeira partida decisão do Campeonato Paulista de 2017, às 15h (horário de Manaus), neste domingo (30) no Moisés Lucarelli, em Campinas.

Se no passado a festa foi do lado corintiano, os jogadores da Macaca pretendem escrever uma nova história, onde eles sejam os protagonistas. “Temos que pensar em titulo mesmo. Sabemos que é um jogo diferente, mas temos que pensar em sermos campeões. Esperamos que seja agora nesse Paulistão o momento da Ponte, para enfim poder comemorar. A motivação só aumenta”, enfatizou o capitão da Ponte Preta, Fernando Bob.

Fundado em 1900, clube da cidade de Campinas é o mais velho do estado de São Paulo e ficou com o vice de torneios importantes em oito oportunidades.  Um título do Campeonato Paulista seria a maior conquista do time e maior desejo dos jogadores e torcedores. “Se formos campeões pela Ponte a história vai ser diferente. Iremos colocar o clube em outro patamar. A Ponte precisa do título. Sabemos que será muito mais importante, do que outros títulos que ganhei por onde já passei. Para nós jogadores será muito importante saber que fomos os primeiros a conquistar com essa camisa”, ressaltou o volante, que acrescenta. “É a grande final da minha carreira. É um grande jogo e um momento muito importante para mim”.

Apesar da motivação dos mandantes, o técnico do Corithians, Fábio Carille, prevê o time com uma postura defensiva dentro de campo. “A ideia de jogo da Ponte é diferente do São Paulo. Eles também vão procurar jogar no erro, no contra-ataque. Mas a nossa ideia de trabalho é para fazer um grande jogo”, afirmou o comandante alvinegro.

Com uma campanha convincente no Paulistão, com direito a eliminação de favoritos como Santos e Palmeiras, a Ponte é vista com respeito pelo adversário da final. “Vamos ter de jogar muito para conquistar o título. Vamos marcar pressão no tiro de meta, todo mundo atrás da linha da bola sem ela, competindo bastante e fazendo triangulações”, acrescentou Fábio Carille.

Por ter uma campanha melhor que a Ponte, o Corinthians decide o título do Campeonato Paulista em casa, no próximo domingo (7).

Publicidade
Publicidade