Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Craque

Por conta de exame antidoping positivo, luta entre Spider e Nick Diaz pode ficar sem resultado

O americano também teve seu teste positivo, mas por uso de maconha, o exame foi realizado após o confronto do UFC 183, sábado, dia 31



1.gif Em luta protagonizada no sábado, Nick Diaz adotou a mesma postura que Anderson Silva teve por anos e desdenhou do brasileiro diversas vezes
04/02/2015 às 10:27

A luta entre Anderson Silva e Nick Diaz, que aconteceu no UFC 183, no sábado, dia 31, pode ficar sem resultado. O lutador brasileiro foi flagrado em exame antidoping por  metabólitos de drostanolona e androsterona, conforme divulgou o Ultimate nesta terça-feira, dia 3. A Comissão Atlética de Nevada (NSAC) realizou o exame no dia 9 de janeiro, ou seja, antes do confronto contra o americano. Por isso, se a contraprova de Spider der positiva, a luta pode se tornar no-contest (sem resultado).

Antes do combate contra Nick, Anderson Silva realizou três exames: de sangue, nos dias 9 e 19 de janeiro,  e de urina, no dia 31. Os dois últimos deram limpos, ao contrário do primeiro. Mas o lutador ainda tem direito a pedir uma contraprova.



Veja também: Anderson Silva nega uso de anabolizantes

De acordo com as regras, em casos de dopagem ou de golpes ilegais dentro do octógono, ninguém é declaro vencedor, porém o resultado “no-contest” também entra no cartel dos atletas.

Nick Diaz também caiu no doping
De acordo com o site “Yahoo!Sports”, Nick Diaz também teve seu teste positivo, após exame de antidoping. Mas no caso do americano, foi por uso de maconha e o exame foi realizado após o UFC 183, onde ele foi derrotado por Spider.

Essa não foi a primeira vez que o americano é flagrado com a mesma substância após um combate. Em 2012, Diaz foi pego após combate diante de Carlos Condit, em 2012. Além dessa ocasião, em 2007, o meio-médio também deu positivo, depois de ser superado por Takanori Gomi, pelo Pride.

Anderson pode ser punido, pois as substâncias encontradas em seu organismo são passíveis de pena dentro ou fora do período de competição. Flagrado no exame pós-luta, Diaz, reincidente, também não deverá passar impune. As punições, entretanto, ainda não foram divulgadas, até o momento.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.