Publicidade
Esportes
Craque

Por recomendações médicas, UFC suspende Ronda por 6 meses

Surrada no UFC 193 pela compatriota Holly Holm, a ex-campeã do peso-galo recebeu suspensão máxima para recuperação. Ela passou por cirurgia plástica e deve ficar fora do octógono por um bom tempo 17/11/2015 às 12:27
Show 1
Após ser massacrada, Ronda recebe suspensão médica de seis meses do UFC.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Os danos causados pelo massacre sofrido por Ronda Rousey no confronto com Holly Holm, no UFC 193, perecem não cessar. Além de perder o cinturão dos pesos-galo, a invencibilidade de 12 lutas e ter de passar por cirurgia plástica, a “Musa do MMA” recebeu seis meses de suspensão médica. A decisão do Ultimate é para que a lutadora se recupere plenamente dos golpes sofridos na derrota do último sábado (14).

A divulgação das suspensões impostas pelo UFC saiu nesta terça-feira (17), três dias após a luta que deixou perplexo os fãs do MMA. O período fora de combate é uma determinação do Ultimate para recuperação de seus atletas. Quanto maior os danos causados na luta, maior o tempo no estaleiro. A vencedora do duelo com Ronda, Holly Holm, por exemplo recebeu apenas sete dias de suspensão médica.

O tempo fora de combate pode diminuir se Ronda apresentar atestado médico de um especialista junto a uma ressonância magnética do crânio para ser autorizada a retornar às atividades normais de atletas.

No estaleiro

Ronda passou por cirurgia plástica para correção do lábio, que levou um profundo corte no nocaute sofrido no duelo com Holm. O site ESPN afirma que a ex-campeã dos galos ainda terá de sofrer nova intervenção cirúrgica no nariz, que estaria fraturado.


A ex-judoca ainda não fez aparição pública depois da luta principal do UFC 193, na Austrália, e apenas agradeceu aos fãs em uma pequena mensagem em uma rede social.

Confira a lista de suspensões imposta pelo UFC:

Ryan Benoit: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Ben Nguyen: 7 dias de ausência obrigatória
Steven Kennedy: 180 dias ou liberação médica com raio-x do polegar esquerdo
Richard Walsh: 7 dias de ausência obrigatória
Steve Montgomery: 7 dias de ausência obrigatória
Daniel Kelly: 7 dias de ausência obrigatória
James Moontasri: 7 dias de ausência obrigatória
Anton Zafir: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Danny Martinez: 7 dias de ausência obrigatória
Richard Vaculik: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Gian Villante: 7 dias de ausência obrigatória
Anthony Perosh: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Peter Sobotta: 7 dias de ausência obrigatória
Kyle Noke: 7 dias de ausência obrigatória
Akbarh Arreola: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Jake Matthews: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Jared Rosholt: 180 dias ou liberação médica com ressonância magnética da tíbia e da fíbula direitas
Stefan Struve: 7 dias de ausência obrigatória
Robert Whitaker: 180 dias ou liberação médica com raio-x do tornozelo esquerdo e da mão direita
Urijah Hall: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Antônio Pezão: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Mark Hunt: 7 dias de ausência obrigatória
Valerie Letourneau: 180 dias ou liberação médica com ressonância magnética do crânio
Joanna Jedrzejczyk: 180 dias ou liberação com raio-x da mão direita
Holly Holm: 7 dias de ausência obrigatória
Ronda Rousey: 180 dias ou liberação médica com ressonância magnética do crânio

Publicidade
Publicidade