Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019
Craque

Por recomendações médicas, UFC suspende Ronda por 6 meses

Surrada no UFC 193 pela compatriota Holly Holm, a ex-campeã do peso-galo recebeu suspensão máxima para recuperação. Ela passou por cirurgia plástica e deve ficar fora do octógono por um bom tempo



1.jpg Após ser massacrada, Ronda recebe suspensão médica de seis meses do UFC.
17/11/2015 às 12:27

Os danos causados pelo massacre sofrido por Ronda Rousey no confronto com Holly Holm, no UFC 193, perecem não cessar. Além de perder o cinturão dos pesos-galo, a invencibilidade de 12 lutas e ter de passar por cirurgia plástica, a “Musa do MMA” recebeu seis meses de suspensão médica. A decisão do Ultimate é para que a lutadora se recupere plenamente dos golpes sofridos na derrota do último sábado (14).

A divulgação das suspensões impostas pelo UFC saiu nesta terça-feira (17), três dias após a luta que deixou perplexo os fãs do MMA. O período fora de combate é uma determinação do Ultimate para recuperação de seus atletas. Quanto maior os danos causados na luta, maior o tempo no estaleiro. A vencedora do duelo com Ronda, Holly Holm, por exemplo recebeu apenas sete dias de suspensão médica.



O tempo fora de combate pode diminuir se Ronda apresentar atestado médico de um especialista junto a uma ressonância magnética do crânio para ser autorizada a retornar às atividades normais de atletas.

No estaleiro

Ronda passou por cirurgia plástica para correção do lábio, que levou um profundo corte no nocaute sofrido no duelo com Holm. O site ESPN afirma que a ex-campeã dos galos ainda terá de sofrer nova intervenção cirúrgica no nariz, que estaria fraturado.


A ex-judoca ainda não fez aparição pública depois da luta principal do UFC 193, na Austrália, e apenas agradeceu aos fãs em uma pequena mensagem em uma rede social.

Confira a lista de suspensões imposta pelo UFC:

Ryan Benoit: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Ben Nguyen: 7 dias de ausência obrigatória
Steven Kennedy: 180 dias ou liberação médica com raio-x do polegar esquerdo
Richard Walsh: 7 dias de ausência obrigatória
Steve Montgomery: 7 dias de ausência obrigatória
Daniel Kelly: 7 dias de ausência obrigatória
James Moontasri: 7 dias de ausência obrigatória
Anton Zafir: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Danny Martinez: 7 dias de ausência obrigatória
Richard Vaculik: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Gian Villante: 7 dias de ausência obrigatória
Anthony Perosh: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Peter Sobotta: 7 dias de ausência obrigatória
Kyle Noke: 7 dias de ausência obrigatória
Akbarh Arreola: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Jake Matthews: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Jared Rosholt: 180 dias ou liberação médica com ressonância magnética da tíbia e da fíbula direitas
Stefan Struve: 7 dias de ausência obrigatória
Robert Whitaker: 180 dias ou liberação médica com raio-x do tornozelo esquerdo e da mão direita
Urijah Hall: 30 dias sem lutar, 21 dias sem contato
Antônio Pezão: 45 dias sem lutar, 30 dias sem contato
Mark Hunt: 7 dias de ausência obrigatória
Valerie Letourneau: 180 dias ou liberação médica com ressonância magnética do crânio
Joanna Jedrzejczyk: 180 dias ou liberação com raio-x da mão direita
Holly Holm: 7 dias de ausência obrigatória
Ronda Rousey: 180 dias ou liberação médica com ressonância magnética do crânio


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.