Publicidade
Esportes
Craque

‘Pra nós é uma final’: Léo Paraíba encara duelo entre Nacional e Remo como uma decisão

Campeão amazonense com o Naça no ano passado, Paraíba agora está no time paraense e quer “beliscar” ponto fora de casa pra assegurar classificação antecipada. Duelo com Rodrigo Ramos e rusga com Lana servem de incentivo para o meia-atacante 03/08/2015 às 15:17
Show 1
Léo Paraíba está levando o jogo contra o Nacional como uma decisão.
Denir Simplício Manaus (AM)

O clima pro “Duelo dos Leões” começa a esquentar e o meia-atacante Léo Paraíba adiantou nesta segunda-feira (3) que o Remo vai encarar a partida contra o Nacional, na Arena da Amazônia, como uma verdadeira decisão de campeonato. Ex-jogador do Naça, que até o ano passado estava no Leão amazonense, comentou que o time paraense vem para Manaus para tentar vencer ou ao menos empatar na casa do adversário.

“A expectativa é boa. Estamos fazendo bons jogos. Vamos pegar o Nacional, que é um time que eu conheço bastante. Mas a gente vai aí pra conquistar os três pontos. Se não conquistar, a gente vai vê se ‘belisca’ um. Mas queremos sair com a vitória que é a melhor coisa possível”, disse Léo Paraíba, afirmando que o Remo vem na busca da vitória no confronto da próxima segunda-feira (10).

Léo Paraíba apontou o meia Charles e o atacante Júnior Paraíba como jogadores perigosos do Nacional e acha que o Leão da Vila tem um leve favoritismo por jogar em casa. “Vai ser um bom jogo. Acho que não tem favorito... talvez seja o Nacional por jogar em casa. Mas nós estamos bem na competição, tanto dentro como fora de casa. Estamos bem na tabela, mas temos de ter cautela... vai ser um jogo difícil”, comentou.

Na bronca com Lana

Paraíba atuou no primeiro semestre pelo Princesa do Solimões onde acabou sendo vice-campeão. Pouco depois da final, o técnico Aderbal Lana declarou que nunca temeu o Tubarão e depois de passar pelo Penarol dava o título como certo. A declaração do técnico nacionalino irritou o jogador, que hoje veste a camisa do Remo.

“Eu não porque ele falou isso. Se ele não tinha medo do Princesa, então por que ele não veio pra cima? Ficou lá atrás... O Nacional ganhou por causa dos jogadores, não por causa dele. Ele pegou um time montado, praticamente. O Sinomar é que contratou os caras... era um time muito bom, um grupo muito bom. Mas não tenho mágoa do Lana por causa disso. Sou apenas um jogador, ele é que sabe o que fala”, revelou Paraíba.

Novo duelo com Rodrigo Ramos

Companheiros de time nos tempos de Sampaio Corrêa, Léo Paraíba voltará a enfrentar o amigo Rodrigo Ramos, assim como ocorreu durante o Barezão 2015. Foram quatro jogos no Estadual e em nenhuma oportunidade o meia-atacante vazou o goleiro nacionalino. Questionado se pretende fazer um gol no Duelo dos Leões, Paraíba preferiu profetizar e elogiar o colega.

“É um grande amigo, um parceiro, admiro ele demais. Espero fazer um bom jogo contra. Mas só Deus sabe o que propôs pra nós”, finalizou.  


Publicidade
Publicidade