Publicidade
Esportes
Crise na Argentina

Presidente da AFA renuncia cargo um dia após vice da Argentina na Copa América

A entidade sofreu sanções da Fifa sob ameaça de ser excluída de competições internacionais 27/06/2016 às 15:44
Show segura
Durante a Copa América, o presidente disse que não havia sido informado de notificação da Fifa (Foto: Reprodução)
acritica.com Manaus (AM)

Luis Segura renunciou à presidência da Associação Argentina de Futebol (AFA) nesta segunda-feira (27) após ameaça da FIFA em suspender tanto os clubes argentinos como a seleção do país de competições internacionais.

A AFA vive uma crise desde 2015 durante as eleições da entidade depois do fim da gestão de Grondona. A apuração apurou um empate de 38 a 38, ou seja, 76 votos. O problema é que 75 pessoas poderiam votar. Com isso Segura foi nomeado presidente interino. A Associação ainda passou por investigação sob suspeitas de irregularidades na gestão de dinheiro público recebido para ceder direitos de televisão do futebol local. Com isso, a Fifa soltou uma resolução determinando o afastamento de Segura.

Antes da renúncia de Segura, ainda houve uma ameaça de bomba no prédio da AFA. O incidente acontece um dia após a derrota da Argentina para o Chile na Copa América Centenário e do anúncio de Lionel Messi de que não jogará mais vestindo a camisa da seleção.

 

Publicidade
Publicidade