Sábado, 28 de Novembro de 2020
PÓS-JOGO

'Prevalecemos o mando', Luizinho sobre vitória contra o lanterna do grupo A

O técnico também falou sobre as mudanças que precisou fazer no decorrer da partida e a importância de Hamilton no time do Manaus



61a9a12c-b8c6-4435-822d-845944889816_81200434-8438-4FBD-9684-9A544E557EE2.jpg Foto: João Normando
03/10/2020 às 20:03

A vitória deste sábado (3), por 1 a 0 contra o Imperatriz-MA, lanterna do grupo A da Série C, com certeza dar mais tranquilidade para o dia-a-dia de trabalho do técnico Luizinho Lopes, que em entrevista pós-jogo, falou sobre o desempenho da sua equipe e a importância de ter garantido esses três pontos.

“O primeiro tempo não entramos com uma lucidez bem apurada, mas ai no segundo nós prevalecemos o mando, conseguimos criar bastante, só que marcamos apenas uma vez, é uma dificuldade que temos encontrado, mas estamos trabalhando para que a gente consiga criar muitas vezes e faça os gols. O que importa é que hoje conseguimos a vitória e garantimos os três pontos”, disse o técnico do Gavião do Norte.



Em certo momento da partida, o Manaus precisou mudar o time por conta da expulsão do meia Janeudo, ainda no final do primeiro tempo. O técnico Luizinho Lopes explicou que precisou apostar nas descidas dos laterais, por isso escolheu colocar o Rennan – que ainda não estava 100% para esta partida – e usou o Fumaça como atacante de referência, buscar uma blitz para depois colocar mais peças ofensivas, como foi o caso de Hamilton.

“O Thiago estava com cartão, nós precisávamos liberar os laterais, com Rennan de um lado e Edvan do outro. Coloquei o Fumaça na posição de ‘9’, com mobilidade, levando em consideração a linha de quatro deles, que era mais pesada. Dessa forma, conseguimos fazer 15 minutos fortes, para que a gente conseguisse criar. Depois colocamos o Hamilton, e ele conseguiu fazer o gol da nossa vitória”, ressaltou Luizinho.

Sobre o camisa 25, Luizinho falou sobre a importância do atleta na história do Manaus, que foi importante para a vitória, mas também tratou de lembrar dos outros jogadores da equipe, que segundo o técnico, também foram importantes para que o Manaus encontrasse a vitória.

“Hamilton é um jogador especial para o Manaus. As coisas acontecem para ele. É um atleta com uma história bonita por aqui. E graças a Deus ele nos ajudou e contribuiu com a nossa vitória, mas há de salientar que teve muito esforço do grupo todo. Atletas que entraram no decorrer da partida e também ajudaram para que a nossa equipe criasse bastante e chegasse nessa vitória”, afirmou.

Para o adversário do próximo dia 12 de outubro, contra o Vila Nova-GO, Luizinho disse que na Série C não tem jogo fácil e que o Manaus vem realizando bons jogos quando atua fora da capital.

“Não tem jogo fácil na Série C. Nossa equipe vem se portando bem fora de casa, a gente incomoda os adversários. Agora é tentar fazer um bom jogo contra o Vila Nova-GO para depois se preparar para dois jogos seguidos que teremos na nossa casa”, finalizou.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.