Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Craque

Princesa do Solimões goleia Rio Negro, segura a vice-liderança e coloca Edinho na artilharia

O time de Manacapuru volta ao Carlos Zamith no próximo domingo (10) para enfrentar o Iranduba, na reta final da primeira fase do Barezão



1.jpg Edinho assumiu a artilharia do campeonato com 10 gols, ao lado de Charles, do Fast
06/05/2015 às 23:26

Em confronto dos opostos, Princesa do Solimões e Rio Negro se enfrentaram no estádio Carlos Zamith, ontem à noite, em partida da 14ª rodada do Campeonato. O resultado não contradisse as previsões: claramente mais forte tecnicamente, o Tubarão goleou o Galo da Praça da Saudade por 4 a 0, com gols de Carlinhos, Léo Paraíba (2) e Edinho Canutama, que agora, com 10 gols, divide a artilharia do Barezão com Charles do Fast.

Com o resultado, o Tubarão mateve a vice-liderança do campeonato e se torna o primeiro time além do líder Nacional a atingir a marca dos 30 pontos. O time de Manacapuru volta ao Carlos Zamith no próximo domingo (10) para enfrentar o Iranduba. Já o Rio Negro, que amarga mais uma derrota na competição, permanece como antipenúltimo na tabela e tem pela frente o Operário, no próximo sábado, no Valdizão, em Manacapuru.

Em campo, o jogo foi mais pautado por erros do que por acertos. De um lado, um Rio Negro tecnicamente deficitário e emocionalmente desgastado, era falho e inconsistente. De outro, um Princesa tão confortável com seu predomínio em todos os setores do campo, que nem parecia se preocupar com a capacidade de agressão do adversário. O primeiro gol saiu aos 27 minutos de jogo.



Em cobrança de escanteio de Léo Paraíba, Carlinhos subiu mais e marcou 1 a 0 para o Tubarão. No segundo tempo, porém, o técnico Zé Marco parece ter apertado o time no Campeonato, já que, no retorno, o Princesa não deixaria mais o Rio Negro jogar. Em rápida subida pela esquerda, aos 18 minutos a segunda etapa, Léo acionou Carlinhos pela esquerda, que chutou em cima de Adriano Paredão.

No rebote, Edinho chute para aumentar o placar e cravar seu nome como artilheiro do campeonato. Com fome de bola, Léo Paraíba marcaria seu primeiro, aos 27, após bela deixada de Carlinhos, em chute com curva longe do alcance do goleiro e, aos 44, após cruzamento de Lacraia, só completando para o gol.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.