Publicidade
Esportes
Craque

Princesa do Solimões se empolga para disputar a Copa Verde

A confiança do dirigente do Princesa, Rafael Maddy, é tanta que ele disse já ter um lema para definir o clima que toma conta de todos em Manacapuru 20/07/2013 às 11:54
Show 1
Princesa terá quase o mesmo elenco no segundo semestre
André Viana ---

O anúncio da criação da Copa Verde, divulgado pela Federação Amazonense de Futebol (FAF) na quinta-feira, deixou a diretoria do Princesa do Solimões empolgada. Segundo o diretor de futebol do atual campeão amazonense, Rafael Maddy, o clube só aguarda a confirmação da data para contratar metade do elenco, pois parte do time que entrou para a história do Tubarão já tem vinculo com a agremiação. “Temos 11 jogadores que disputaram o Estadual e mais um reforço acertado, que é o Fininho. Não teremos nenhum problema para fechar o elenco para entrar na briga por mais um título nesta temporada. A criação da Copa Verde foi a melhor notícia que poderíamos ter”, disse empolgado.

A confiança do dirigente do Princesa é tanta que ele disse já ter um lema para definir o clima que toma conta de todos em Manacapuru. “Desde que soubemos da criação desta competição, nosso lema é: ‘Esperamos o sinal verde da Copa Verde’. Nossa intenção era montar o time da próxima temporada em novembro, mas antecipar a preparação em um mês não será problema, ainda mais valendo um título e depois a chance de conseguir uma vaga na Copa Sul-Americana. Isso é bom demais. Quando a CBF oficializar a competição, só precisaremos de uma semana para fechar o elenco”, comentou.

De acordo com Maddy, até o técnico Marquinhos, que está no Rio de Janeiro fazendo um curso na Granja Comary, está de prontidão para reassumir o comando do time. “Ele (Marquinho) deve estar voltando na próxima semana. E já está acertado conosco. Não tem porque mudar o que deu certo. Temos uma base e vamos melhorá-la”, frisou o diretor.

Rafael Maddy revelou que os jogadores com vínculo com o Princesa, além do recém-contratado meia Fininho, são Deurick, He-Man, Delciney, Edinho Canutama, Nando, Clemilton, Marinelson, Toró, Peru e o capitão da conquista inédita, Rondinelli. “Os nomes deles já estão até no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF”, acrescentou.

Outro palco

A empolgação do diretor é tanta que nem a possibilidade de não poder contar com estádio Gilberto Mestrinho, onde o time possui desempenho excepcional, preocupa. “De fato, a previsão é de que a reforma no Gilbertão comece no próximo mês e provavelmente não poderemos utilizá-lo, mas isso não vai atrapalhar. Temos boas opções para mandarmos os nossos jogos. Onde quer que formos atuar no Estado, nós contaremos com o apoio da nossa fanática torcida”, confia Rafael Maddy.

De acordo com o presidente da FAF, Dissica Valério Tomaz, a previsão é de que a Copa Verde tenha início no segundo semestre de outubro e termine no começo dezembro.

Nacional também ansioso

Bem na Copa do Brasil e na Série D do Brasileirão, o Nacional recebeu a notícia da criação da Copa Verde com o mesmo entusiasmo do Princesa. A diferença é que o time do Leão da Vila Municipal já está pronto e entrosado.

Nesta sexta-feira (19), esse foi o principal assunto entre os jogadores do clube antes do treino no CT Barbosa Filho. Todos ficaram ainda mais motivados a seguir fazendo uma temporada que tem tudo para ser inesquecível no ano do centenário. “O entusiasmo aqui no Nacional é total. Pelo que foi divulgado, a intenção da CBF é iniciar a Copa Verde no dia 20 de outubro, cinco dias antes da final da Série D. Estamos trabalhando firme para estarmos disputando este jogo, então dá pra conciliar bem e entrar na competição com moral”, explicou o diretor-executivo Cláudio Silva. Para conseguir o acesso de divisão, o Leão só precisa estar nas semifinais da Série D.

Publicidade
Publicidade