Publicidade
Esportes
DESFALQUES

Princesa do Solimões sofre baixas antes da estreia na Série D

Tubarão não contará com Guilherme, que segue no departamento médico, outra dúvida é o zagueiro pastor. O time estreia dia 12 de junho diante do Baré-RR, em Manacapuru. 09/06/2016 às 10:08
Show zcr030902 p01
Técnico Zé Marco tem um quebra-cabeça para o primeiro jogo na Série D (Foto: Evandro Seixas)
Thaissa Cordeiro Manaus (AM)

Faltando três dias para o jogo diante do Baré- RR, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série D, o Princesa do Solimões faz seus últimos ajustes para a estreia. 


O Tubarão do Norte já conta com alguns desfalques importantes para o jogo. O jogador Guilherme, que não participou do segundo amistoso contra o Nacional, na Arena da Amazônia, não preocupava para a competição nacional, porém o atleta continua no departamento médico do time manacapuruense. Titular no amistoso realizado em Manacapuru, dessa vez, o lateral foi substituído por Geovane. 


Outra possível baixa no tubarão é o zagueiro Pastor, o jogador se machucou no empate diante do Leão.  “Ele machucou o tornozelo direito, esperamos que não seja nada muito prolongado”, destacou o técnico Zé Marco.


Pastor fará um exame hoje pra saber se está em condições de jogo. O desejo do atleta é estrear com força total com as cores do Tubarão. “Estamos trabalhando firmes pensando nessa estreia. Sabemos do nosso potencial e iremos deixar nosso melhor em campo pra buscarmos a vitória”, declarou o zagueiro.
O técnico do Princesa falou sobre a preparação pra Série D “Os treinamentos seguem com foco e determinação. Estou dando os ajustes finais pra domingo fazer um grande jogo e ir em busca dos 3 prontos”, avaliou.


SÉRIE D
O representante do Amazonas na competição fará sua estreia em casa. Em seguida, o Princesa terá dois jogos fora de casa, primeiro diante do São Francisco (PA), em seguida enfrenta o Palmas. O time volta a Manacapuru com dois jogos, contra o Palmas e São Francisco. O último será novamente contra o  Baré, dessa vez, no campo da Vila Olímpica Roberto Marinho, em 
Roraima.

Publicidade
Publicidade