Publicidade
Esportes
Explicações

Princesa joga abaixo da média e Jefferson avalia 'Não dá para saber o que aconteceu'

O jogador disse que o time errou muito, sofreu com falhas individuais e parabenizou o Fast pelo título 23/10/2016 às 10:11
Show whatsapp image 2016 10 22 at 20.26.26
Jefferson terminou a competição como artilheiro do Princesa (Foto: Winnetou Almeida)
Camila Leonel Manaus (AM)

Após a derrota, os jogadores do Princesa saíram de campo sem querer falar com a imprensa. Após o apito final, boa parte do elenco, incluindo o técnico Zé Marco, entrou no túnel e só voltou a campo para receber a premiação pelo vice-campeonato.

O único jogador que se dispôs a falar depois de alguns minutos foi o atacante Jefferson. Ele disse que a vitória do Fast foi merecida e não soube explicar o que aconteceu com a postura da equipe que mudou tanto da semifinal, para a final.

“Não dá para saber o que aconteceu. Foi totalmente diferente, do primeiro minuto ao último minuto o Fast mereceu o título, não tem o que contestar. Eles foram melhores que a gente. Os três jogos que eles jogaram eles ganharam da gente e hoje eles foram muito superiores”, disse o jogador, referindo-se às duas partidas disputadas no primeiro turno, ambas com o Tricolor saindo vitorioso.

O atacante ainda pontuou que o gol marcado por ele aos 14 minutos do segundo tempo deu um ânimo para a equipe, mas que as falhas individuais não permitiram que o time buscasse uma reação.

“A gente fez o 2 a 1 para dar um ânimo, mas houve falhas individualmente de novo. A gente teve falhas individuais principalmente na série D, mas futebol é isso, quem falha mais acaba perdendo e o Fast foi feliz, parabéns ao Fast”, concluiu.

Publicidade
Publicidade