Publicidade
Esportes
Craque

Projeto de Boxe na ZL abre 400 vagas gratuitas para a população

A participação é aberta para pessoas dos 15 aos 25 anos e os amantes do esporte podem procurar o presidente da Federação Amazonense de Pugilismo (FAP), Pedro Nunes de Oliveira, a partir das 8h de hoje no ginásio Zezão 22/02/2016 às 17:41
Show 1
O projeto Ring Boxe está oferecendo 400 vagas para a população
Paulo André Nunes Manaus (AM)

O projeto Social Ring Boxe está doando 400 bolsa-atletas gratuitas para os interessados em praticar a “nobre arte”, como é conhecida a modalidade. A participação é aberta para pessoas dos 15 aos 25 anos e os amantes do esporte podem procurar o presidente da Federação Amazonense de Pugilismo (FAP), Pedro Nunes de Oliveira, a partir das 8h de hoje no ginásio Zezão, localizado na Arena Ring Boxe do Shopping Grande Circular, na Zona Leste.

É necessário que os interessados menores de idade apresentem certidão de nascimento, e os adultos a fotocópia da carteira de identidade. A atividade já está sendo desempenhada de segunda a sexta-feira em três períodos no próprio ginásio Zezão – de manhã a partir de 8h às 11h, à tarde de 14h às 17h e à noite de 17h às 22h.

Pedro Nunes ressalta o trabalho de base que é desenvolvido na Arena Ring Boxe. “A partir das 8h desta terça-feira estaremos aguardando os interessados em uma das bolsa-atletas. Já temos 400 participantes atualmente, sendo 15 mulheres treinando o boxe. É um trabalho de base tirando os meninos de rua, os antigos galerosos. A gente dá a oportunidade que muitas vezes o poder público e a sociedade não dão”, explica o dirigente.

O ex-boxeador baiano disse que a massa física de um adolescente de 15 anos já favorece à prática da modalidade, e com “15 anos ele já está maduro para praticar a parte física e de velocidade, algo que garotos menores não agüentariam”.

“O esporte ainda é o melhor caminho para a juventude combater a violência e as demais dificuldades da vida. Queremos fazer o jovem atleta campeão e cidadão porque ele vem, se inscreve conosco, e se não estiver estudando a gente tenta matriculá-lo. Nos preocupamos com a cidadania e isso é uma coisa fundamental. Por isso temos marca de 26 anos trabalhando no peito e na raça”, reforça ele que, no projeto Ring Boxe criou fenômenos do boxe amazonense como os campeões brasileiros Maria Marreta (2002 no Recife) e Cássio Humberto (2007 em São Paulo).

O Projeto Ring Boxe vai fazer 26 anos em 1º de junho deste ano e conta com apoio da Secretaria Municipal Esportes e Lazer (Semjel), Grupo Somaza, Shopping Grande Circular e Pára-Brisas Car. “São eles que me ajudam a dar vale-transporte, luvas de boxe e algumas cestas básicas e tênis para os atletas treinarem. A maioria dos meninos que chega aqui não tem tênis para correr”, disse Pedro Nunes, deixando seu número de celular – 99135-0128 - para quem quiser apoiar o projeto social – e frisando que está regularizado junto ao Conselho Regional de Educação Física da 8ª Região (CREF8).

Ele informa que o calendário da federação começa na segunda quinzena de abril com a primeira etapa do Torneios Shop Grande Circular de Boxe Olímpico Amador. As datas ainda serão divulgadas posteriormente pela FAP.

Publicidade
Publicidade