Publicidade
Esportes
De fora da Copa Norte de Boxe

Projeto Social ' Ring Boxe' de fora da Copa Norte de Boxe

Presidente da Federação Amazonense de Pugilismo (FAP), Pedro Nunes, reclama que projeto social ficou de ' escanteio' e não estará na disputa 23/05/2013 às 12:08
Show 1
Projeto que funciona na Zona Leste já revelou vários talentos
Paulo Ricardo Oliveira Manaus

Realizada pela Federação Amazonense de Boxe (FAB), com aval da Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) e apoio institucional da Secretaria de Estado da Juventude Esporte e Lazer (Sejel), a Copa Norte de Boxe inicia nesta quinta-feira(23), em ringue montado do Centro Social Magdalena Arce Daou, no Santo Antônio, Zona Oeste,  em meio a reclamações do presidente da Federação Amazonense de Pugilismo (FAP), Pedro Nunes, que se diz colocado para escanteio no evento e acusa Sejel, FAB e CBBoxe de monopólio do boxe no Amazonas. Na segunda-feira. Nunes deu entrada em ofício no setor de protocolo do Ministério Público Estadual (MPE), pedindo providências para supostos apadrinhamentos e indicações de atletas de Roraima e do Pará para disputar a competição representando o Amazonas. O comandante da FAP garante que sua equipe tem atletas em dez categorias, e que, portanto, não precisaria adotar atletas de outros Estados.

Negativa

A Sejel negou, na quarta-feira(22), por meio da assessoria, qualquer tipo de apadrinhamento e disse  que não pode passar por cima da autoridade da FAB e da CBBoxe, organizadores oficiais da Copa Norte. Os atletas da FAP não são filiados à FAB, além de não terem disputado a etapa de classificação para o evento. A secretaria afirma ter convidado oficialmente a FAP para a disputa da seletiva, mas, na época, não houve interesse de Nunes. “Além disso, os atletas dele (Nunes) não são filiados à FAB. É um impedimento jurídico”, alerta Luis Rocha, presidente da FAB.

 

Publicidade
Publicidade