Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2021
LUTO NO FA

Propulsor do futebol americano no Amazonas, Chicão morre de Covid-19

Um dos pioneiros do esporte na região, ele participou da fundação dos times amazonenses ZL Tigers, Ajuricaba Warriors e Lobos FA.



chicao1_F1FAAB6E-1B51-4D70-80F2-B04F658E2415.JPG (Fotos: Divulgação)
10/01/2021 às 19:06

Gutemberg Maia, de 48 anos, presidente da Federação Amazonense de Futebol Americano (FEFAAM) faleceu na noite de sábado (9), por complicações da Covid-19. Chicão, - como era conhecido no cenário local -, deu entrada no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) e policlínica Danilo Corrêa, localizada na Zona Norte, às 13h de sábado e veio a óbito às 23h do mesmo dia. O seu corpo foi sepultado no cemitério Nossa Senhora Aparecida, localizado no Tarumã, Zona Oeste de Manaus.
 
Propulsor do FA no Amazonas, Chicão participou da fundação dos times amazonenses: ZL Tigers, Ajuricaba Warriors e Lobos FA. Além disso, foi um dos fundadores da FEFAAM, aonde foi vice-presidente por dois anos até chegar interinamente à presidência, por conta do afastamento do presidente da época, Anchieta Montefusco, em 2020.

Como atleta, Chicão jogou na posição de center em todas as equipes citadas na reportagem. Além disso, ele ainda atuou em dois jogos pelo Manaus Broncos, durante um torneio em Boa Vista, no ano de 2016. Em suas redes sociais, a equipe bicampeã do Norte (2017 e 2019) e campeã Amazonense (2018) prestou suas últimas homenagens.



“Sentimos profundamente não só pela perda do companheiro de movimento esportivo, mas pela da pessoa de Chicão”, diz  trecho da postagem feita na fanpage do clube.

Vários clubes locais também prestaram sua solidariedade. O Manaus Cavaliers, campeão Brasileiro e pentacampeão Amazonense, escreveu: “É com uma imensa tristeza que informamos sobre o falecimento do nosso companheiro e amigo de batalha. Ninguém nunca está preparado para a partida de alguém, e neste momento de dor só pedimos a Deus que ilumine sua alma e dê conforto para toda sua família e amigos”.

O Lobos FA, uma das equipes que Chicão ajudou na fundação, disse em sua mensagem de despedida que a equipe ‘perde o seu lobo alfa’, confira o trecho na íntegra: “hoje a matilha está de luto ao perder seu Lobo Alfa.
Em nossos corações ele sempre viverá, sempre teremos um pouco de você em todos nós, pois somos o reflexo de um grande homem”.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.