Publicidade
Esportes
Iraduba

Público de 25.371 no jogo entre Iranduba e Santos repercute nacionalmente

O recorde registrado na capital amazonense na partida pela semifinal do Campeonato Brasileiro de futebol feminino impressionou jogadoras e jornalistas 30/06/2017 às 16:27 - Atualizado em 30/06/2017 às 16:42
Show arena
(Bruno Kelly/AllSports)
Camila Leonel Manaus (AM)

A jogadora Marta atualmente mora nos Estados Unidos, onde atua pelo Orlando Pride, mas a camisa 10 da Seleção Brasileira, não deixa de acompanhar o futebol feminino do Brasil. A jogadora, postou em suas redes sociais fotos de lances do jogo entre Iranduba e Santos, pela semifinal do Brasileiro Feminino que aconteceu na Arena da Amazônia na noite de quinta-feira (29).

Em suas histórias no Instagram, a jogadora, que foi eleita melhor do mundo cinco vezes, escreveu “Recorde de público 25.371. Parabéns ao povo de Manaus e Região e obrigado pelo carinho com o futebol feminino. Vocês sempre dando show”.

Não é a primeira vez que a rainha elogia a capital amazonense. No mês de  abril, quando esteve na capital amazonense, para o amistoso contra a Bolívia,  a meia relembrou o carinho que a seleção recebeu quando esteve em solo amazonense durante as  Olimpíadas na partida contra África do Sul.

“A gente lembra do carinho que tivemos desde o primeiro momento que veio em Manaus. Ano passado, quando a gente desceu no aeroporto tinha bastante gente,  um clima super caloroso. As pessoas aplaudindo incentivando e isso que a gente espera aqui em Manaus, um estado que está evoluindo no futebol feminino”, declarou à época.

Repercussão

A partida que terminou com a vitória do Santos por 2 a 1 trouxe repercussão para a cidade de Manaus. A meia do Corinthians, Mayara Bordin, postou no twitter “Alô? Produção? Tem como colocar todos os jogos do futebol feminino em Manaus?”, escreveu.

O jornalista Téo José também se mostrou surpreso com o público na Arena da Amazônia. “ O @eciranduba perdeu para o Santos no futebol feminino, mas este clube é monstro e mostrou a força hoje. Duas grandes equipes, nada definido”, declarou.

O site especializado em futebol feminino, Dibradoras, também comemorou a marca.

Adversário do Iranduba, o time do Santos também mencionou nas suas redes sociais o carinho da torcida amazonense com o futebol feminino.

As duas equipes voltam a se enfrentar no dia 8 de julho, às 20h, na Vila Belmiro.

Hulk esmagador de recordes

Em oito dias, é o segundo recorde que o  Hulk quebra no futebol feminino brasileiro. No dia 21, no empate entre Iranduba e Flamengo, que deu a classificação para a semifinal, o público na Arena da Amazônia foi de 15.107 pessoas. Contra o Santos, o próprio Iranduba quebrou o recorde da semana anterior levando 25.371 pessoas.

Na véspera do jogo, 12 mil ingressos já haviam sido vendidos para a partida. Outros 10 mil foram doados, de acordo com o diretor de futebol do iranduba, Lauro Tentardini. "Doamos quase 10 mil ingressos, vendemos nas empresas, para amigos, em condomínios e para o torcedor em geral, que compareceu e nos apoiou durante os 90 minutos. Foram 25 mil torcedores na Arena da Amazônia!
Na próxima semana vamos para Santos buscar a nossa classificação para a final do Brasileirão!", escreveu em sua rede social.

Em 2016, os maiores públicos do Amazonas foram em jogos de futebol feminino. No amistoso entre a seleção feminina e a Bolívia, no mês de abril, 16.198 espectadores viram a goleada de 6 a 0 da seleção canarinho.

Em 2016, o recorde de público em jogos de futebol feminino brasileiro também era do Iranduba, mas do time sub-20 que levou 17.322 pessoas à Arena na final da Liga Nacional Feminina de Futebol Sub-20 contra o Centro Olímpico-SP.

O recorde na América do Sul em 2017, a liderança é da final do Campeonato Colombiano de Futebol Feminino entre Santa Fé e Huila  que aconteceu no último sábado (24).  Mais de 33 mil pessoas  foram ao estádio El Campín, em Bogotá  para ver o Santa Fé vencer por 1 a 0 e ser o primeiro campeão feminino do país.

 

 

Publicidade
Publicidade