Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020
BOM PÚBLICO

Público de abertura surpreende e supera finais dos últimos cinco anos no AM

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto, 3.130 torcedores estiveram na Arena. Nos últimos cinco anos, única final com número maior é o segundo jogo da decisão de 2015



2ee79135-094b-4914-b5e9-84ed99d011a9_3A5BD41C-EFF1-43DC-BA67-E620C6F041FE.jpg Foto: Eraldo Lopes/Freelancer
22/01/2020 às 20:55

A noite de ontem (21) foi marcada pela abertura da 104ª edição do Campeonato Amazonense. Em campo, o Manaus, atual tricampeão do torneio, venceu o São Raimundo por 3 a 0, com gols de Mateus Oliveira, Dolem e Simionato, e estreou com pé direito. Nas arquibancadas, o Barezão de 2020 começou surpreendendo. Foram 3.130 torcedores presentes na Arena da Amazônia - de acordo com a Secretaria de Estado de Educação e Desporto -, que impulsionaram o primeiro jogo do torneio.

O público da abertura deste ano foi maior do que o número de torcedores que compareceram às finais do Barezão em 2019, 2018, 2017, 2016 e ao primeiro jogo da decisão de 2015 - na segunda partida daquele ano, 6.787 pessoas foram à Arena da Amazônia e viram o Nacional conquistar o título estadual sobre o Princesa do Solimões.



Nos dois jogos da decisão de 2019 - disputada entre Fast Clube e Manaus -, o público foi de 566 e 411 pagantes. Outra edição com decisão em ‘ida e volta’, o Barezão de 2017 recebeu em suas finais 1.398 e 3.079 torcedores, no ano em que o Gavião conquistou a primeira taça de sua história. Na ocasião, a renda de R$ 33.920,00 superou os R$ 31.660,00 desta terça-feira.

Disputada em jogo único, a decisão do Barezão de 2018 recebeu apenas 708 pagantes. Inversamente proporcional, o segundo jogo da final de 2015 foi a única partida com maior público que a abertura do Campeonato Amazonense 2020 nos últimos cinco anos de decisões. Para Princesa do Solimões e Nacional, 6.787 pessoas compareceram à Arena e construíram renda maior que R$ 90 mil.

Reconhecimento do comandante

Ao final da partida, o treinador Welington Fajardo, que em 2020 comanda o Manaus desde o início da temporada, comentou sobre a presença da torcida. "Surpreendente. É um crescimento que vemos. Importante ser o Manaus, mas como eu digo, é uma oportunidade para todo o estado do Amazonas. Houve interesse e todos nós precisamos dinamizar o futebol daqui", apontou o treinador.

News leonardo 9028af08 26fb 4271 b322 4409cded8370
Repórter do Craque
Jornalista em formação na Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e repórter do caderno de esportes Craque, de A Crítica. Manauara fã da informação e que procura aproximar o leitor de histórias – do futebol ao badminton.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.