Domingo, 17 de Outubro de 2021
Jogo

Público liberado! Manaus poderá contar com até 14 mil torcedores para o jogo contra o Ypiranga-RS na Série C

O sinal verde foi dado pelo governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, em uma reunião realizada na sede do governo no final da tarde de quarta-feira (6)



WhatsApp_Image_2021-10-06_at_21.16.20_A27E7C24-A407-4830-B6D2-9F97EEFD4B47.jpeg Foto: Diego Peres/Secom
06/10/2021 às 21:23

O Manaus já tem data para reencontrar seu torcedor nas arquibancadas do Campeonato Brasileiro Série C: será no próximo dia 17 (domingo), contra a equipe do Ypiranga-RS, pela terceira rodada do grupo D, referente ao quadrangular do certame. O Gavião do Norte poderá contar com o apoio de 14 mil torcedores, que obrigatoriamente deverão estar com o esquema vacinal contra a Covid-19 completo.

O sinal verde foi dado pelo governador do estado do Amazonas, Wilson Lima, em uma reunião realizada na sede do governo no final da tarde de quarta-feira (6). O pronunciamento contou com a participação de membros da Federação Amazonense de Futebol (FAF), representantes da torcida organizada do Manaus e também com a presença do presidente do clube esmeraldino, o vereador Luis Mitoso. 



A autorização concedida por Wilson Lima acontece poucos dias após o prefeito de Manaus, David Almeida, declarar que se dependesse somente da Prefeitura, o Manaus jogaria com o seu torcedor já na primeira rodada. Mas o Governador garantiu que a declaração de David em nada influenciou na liberação do público.

“Essa partida (Manaus x Ypiranga) já terá público, um público de 14 mil pessoas, a mesma quantidade de público da seleção brasileira contra o Uruguai. Nós vamos seguir os protocolos da CBF, a exigência das duas doses e vamos estabelecer todos aqueles protocolos e medidas de segurança, para evitar a questão da aglomeração, o uso (obrigatório) de máscaras. Ao longo dos próximos dias, a gente vai dando outros informes sobre algumas decisões, que vão ser tomadas com relação a esse importante jogo do Manaus”, disse o Governador.

A reunião definiu ainda quem ficará a cargo da responsabilidade pela venda dos ingressos para o jogo do Manaus. O Governador também definiu alguns protocolos de segurança. Para que se evite aglomerações, quatro entradas da Arena estarão disponíveis e haverá distanciamento entre os assentos. Para os profissionais que estarão envolvidos na partida, todos deverão estar vacinados e serão testados pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), em um prazo de 48h anterior ao jogo.

Liberação da CBF

No dia 22 de setembro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aprovou o retorno do público aos estádios de futebol. A decisão passou pelo crivo do Ministério da Saúde, que aprovou o retorno de 30% de ocupação das arquibancadas. No entanto, não obrigou a abertura dos estádios, condicionando essas decisões a estados e municípios e seus respectivos órgãos sanitários.

Dos clubes que passaram para o quadrangular da Série C, o Manaus FC foi a única equipe a jogar sem o apoio de seu torcedor, fato que não influiu no resultado final do jogo que ocorreu no último domingo (3), no estádio da Colina, onde a equipe esmeraldina abriu a segunda fase goleando o Novorizontino por 5 a 0.

Seleção fará as honras

Antes da liberação autorizada pela CBF, o duelo válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar 2022, entre Brasil e Uruguai, que será realizado na Arena da Amazônia no dia 14 de outubro, já estava qualificado para receber 14 mil torcedores. 

Desde que a pandemia - ainda em curso - da Covid-19 se espalhou, os estádios no Amazonas permaneceram fechados para todas as competições. 

O número de torcedores autorizados a estarem na partida da seleção brasileira é o mesmo número que está autorizado a comparecer nos jogos do Manaus, correspondendo a 30% da capacidade do estádio a ser utilizado: a Arena da Amazônia.

João Felipe

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.