Publicidade
Esportes
Craque

Que venha o Remo: amistoso contra o bicampeão paraense ‘vai ser difícil’, diz dirigente do Naça

A expectativa da diretoria do Leão Amazonense é deixar a equipe bem entrosada diante do adversário do Pará. Patida será no dia 14 deste mês na Arena da Amazônia 01/02/2016 às 18:52
Show 1
São Raimundo (PA) foi o primeiro adversário na temporada 2016
Anderson Silva Manaus (AM)

A vitória sobre o Fast, por 2 a 1, no amistoso do sábado (30) ainda não foi o último preparatório para a Copa Verde e Copa do Brasil. Depois do São Raimundo (PA), Penarol e o Tricolor,  agora, o próximo adversário do Naça é o rival paraense, Clube do Remo, também em amistoso agendado para a Arena da Amazônia no dia 14 deste mês.

A expectativa dos dirigentes do Leão Amazonense é deixar a equipe bem entrosada diante do adversário paraense para a temporada 2016. “Nosso treinador sabe que no futebol paraense não tem jogo fácil. São equipes que jogam pegado e investiram. De 10 equipes do Pará, oito delas são candidatas ao título. Ele (Heriberto da Cunha, treinador do clube) conhece o futebol do Pará. Podemos esperar uma partida difícil”, explicou o diretor de futebol do Nacional, Gilson Mota.

O novo “choque dos Leões” não traz boas lembranças para o torcedor do Naça. Em 2014 pela Copa Verde, na inauguração da Arena da Amazônia, o Nacional  foi eliminado pelo rival. Ano passado, pela Série D, também no estádio da Copa, a derrota para os paraenses veio nos momentos finais da partida, por 1 a 0.

“Nossa intenção não é vitória. Não é a vitória que temos que buscar na prática. Temos sim que entrosar a equipe e fazer um grupo forte para as competições. O Remo é uma equipe forte, por isso convidamos a equipe”, garantiu Gilson, afirmando que o clube amazonense vai arcar com todos os custos do adversário.

‘Nada de lucros’

Para Gilson, os valores dos ingressos R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) é o devido ao “fator Arena da Amazônia”.

“Jogar na Arena é mais caro que jogar na Colina e no Carlos Zamith. Não estamos pensando em lucros, mas usar a Arena gera mais gastos. Também estaremos dando mais conforto para o torcedor”, declarou.


A diretoria pensa em vender os ingressos no início da próxima semana.

“O Remo tem uma grande torcida aqui em Manaus. Nossa torcida vai. Quando o Nacional vai jogar no Pará também é casa cheia. Até o início da próxima semana já estaremos vendendo os ingressos”, finalizou.

Publicidade
Publicidade