Publicidade
Esportes
Craque

‘Quem vai pagar o pato?’ Vasco não desanima com derrota na Copa do Brasil e mira Flamengo

Após revés contra o São Paulo na noite desta quarta-feira (23) - que dificulta avanço na competição -, Cruzmaltino volta as atenções para duelo contra o Rubro-Negro e luta contra o rebaixamento no Brasileirão 24/09/2015 às 12:32
Show 1
Pato marcou dois gols na vitória do São Paulo sobre o Vasco.
ACRITICA.COM Manaus (AM)

“Girar a chave” e lembrar que agora o “inimigo” é outro. É com essa mentalidade que o elenco do Vasco avaliou a derrota para o São Paulo, na noite desta quarta-feira (13). No domingo (27), o Cruzmaltino encara o Flamengo na oitava edição do “Clássico dos Milhões” em 2015. Com animadora sequência de vitórias no Brasileirão, o time de São Januário quer continuar a luta contra o rebaixamento à Série B.  

“A derrota contra o São Paulo não vai influenciar em nada o nosso rendimento contra o Flamengo”, declarou Andrezinho, logo após a partida em que o Vasco perdeu por 3 a 0 para o São Paulo, pela Copa do Brasil. O revés contra o Tricolor paulista deixa poucas esperanças de uma classificação à próxima fase do torneio.


Andrezinho completou o raciocínio afirmando que a Copa do Brasil e o Brasileirão são competições distintas e que o elenco não pode se desmotivar com o revés contra o São Paulo, no Morumbi. “Não podemos nos abater porque são duas competições completamente diferentes”, disse.

“Acho que do jogo contra o São Paulo temos que levar para o Campeonato Brasileiro apenas o aprendizado para que erros não sejam cometidos, pelo menos não os mesmos, na partida contra o Flamengo e nos demais jogos do Brasileirão. O Vasco sabe que é muito importante evitar o rebaixamento pela grandeza do clube e por isso mesmo estamos cientes de que não podemos misturar as coisas de maneira alguma", analisou o zagueiro Rodrigo.


Para o duelo com o Flamengo, o Vasco não contará com o volante Serginho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Sport. Em compensação o atacante Leandrão, que ficou de fora contra o São Paulo por já ter defendido o Brasil-RS pela Copa do Brasil, tem retorno assegurado.


Publicidade
Publicidade