Publicidade
Esportes
Craque

Rafael dos Anjos promete lutar como um leão para defender o cinturão dos leves no UFC

O brasileiro enfrentará o americano Donald Cerrone no UFC Orlando 18/12/2015 às 10:06
Show 1
Dos Anjos afirmou que a luta contra Cerrone não irá durar os cinco rounds previstos
ACRITICA.COM Manaus (AM)

O brasileiro Rafael dos Anjos irá defender o cinturão dos leves neste sábado (19) no UFC Orlando contra Donald Cerrone. Alvo de provocações do “Cowboy”, Rafael tem se mostrado tranquilo quanto a isso, mas afirmou durante um Media Day com jornalistas na quinta-feira (17) que quando entrar no octógono, irá lutar como um leão.

“Ele está tentando se enganar com isso, está tentando tirar a confiança de coisas que não existem. Eu acho que o meu corpo está o mesmo, ele que deve estar preocupado com alguma coisa. O resultado a gente já sabe qual vai ser: eu vou chegar lá, vou lutar como um leão, com tudo o que eu tenho, e vou manter meu cinturão. Ele está tentando de tudo, não tem mais nada, além disso, para tentar. Mas isso a gente tira de letra”, disse.

Brasileiro e norte-americano já se enfrentaram em agosto de 2013. À época, Dos Anjos  levou a melhor e venceu por pontos. Dois anos depois, o brasileiro avalia que apesar de muita coisa ter mudado, sua mentalidade cvontinua a mesma.

“Muita coisa mudou fora da minha vida pessoal, mas não na minha cabeça. Ainda sou o mesmo cara, treinando duro e, agora sou o campeão, então tenho o desejo de me tornar uma lenda. Nós sabemos que a divisão peso-leve muda muito. O cara que mais teve vitórias nessa divisão foi o BJ Penn e eu gostaria de bater esse recorde, esse é o meu próximo objetivo. Vou continuar treinando duro e trabalhando, com a mente aberta para aprender coisas novas. Tenho 31 anos de idade e me sinto abençoado por poder aprender coisas novas e melhorar meu jogo”, explicou o lutador carioca que tem em seu cartel 24 vitórias e sete derrotas.

Mas pela frente, o brasileiro não terá vida fácil. Invicto há oito lutas, Cerrone, que é forte no muay thai promete uma luta dura. Dos Anjos sabe disso e admite que o adversário é perigoso.

“ É a primeira vez que eu faço uma revanche contra alguém na minha carreira e é uma nova luta. Nós dois mudamos muito desde que nos enfrentamos, ele é um cara perigoso. Tenho que ser cuidadoso, pois ele gosta de finalizar lutas, luta bem em pé e tem um bom jogo de chão, mas, como sempre digo, estou sempre treinando, não importa se vou enfrentar o número um ou o número 13, ainda vou treinar do mesmo jeito. Não é porque já o derrotei, que vou treinar menos ou vou fazer algo diferente. Eu treino duro e vou ter uma boa performance no sábado”, finalizou.

Publicidade
Publicidade