Publicidade
Esportes
Craque

RC quer KAKÁ E R10

Ex-lateral-esquerdo do Brasil acredita que Felipão irá convocar dupla para a Copa do Mundo de 2014 15/06/2013 às 19:54
Show 1
Veterano da seleção ainda acredita na reabilitação de Kaká e Ronaldinho na seleção
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Roberto Carlos, aos 40 anos, inicia uma nova carreira, a de treinador, após um flerte com a função de cartola. Porque a história como jogador, longeva e vencedora, terminou na Rússia, no Anzhi, em 2012. “Vivi 25 anos dentro do campo à base de emoções, diretor não é para mim”, disse, já de volta ao Brasil após regressar da Turquia, onde acabou de assinar contrato de técnico com o Sivasspor.

O ex-lateral-esquerdo vai acompanhar do Brasil a Copa das Confederações. Ele será comentarista de uma emissora de televisão mexicana. Mas antes disso, resolveu fazer uma análise sobre o atual momento da Seleção Brasileira, e a apontou como favorita à conquista agora e na Copa do Mundo. Com a bagagem de quem conhece Felipão, garantiu que Ronaldinho Gaúcho e Kaká vão disputar o Mundial de 2014. “Acho que na Copa do Mundo, ano que vem, tanto Ronaldinho Gaúcho quanto o Kaká vão estar no grupo. A Copa do Mundo é diferente de Copa das Confederações. Os dois têm espaço na seleção, com certeza. O Felipão faz tudo pensado, podem ficar tranquilos que eles estarão na lista da Copa do Mundo. Ele já conhece os dois”, afirmou, antes do jogo do Brasil contra o Japão, em Brasília.

Otimista, RC está confiante na boa atuação do Brasil na Copa das Confederações. “Depois do último jogo contra a França deu aquele gostinho bom. Vejo que o Brasil tem tudo para fazer uma ótima Copa das Confederações e, claro, montar um time para a Copa do Mundo. Podemos chegar à final da Copa das Confederações e ano que vem temos tudo para chegar forte na Copa do Mundo, como sempre chegamos”, afirmou.

O mais novo técnico de futebol , ex-lateral da Seleção também fez elogios a Marcelo e Felipe Luis, que ocupam a posição atualmente. “Demoramos muito para encontrar um lateral-esquerdo, mas hoje acho que estamos bem servidos, tanto com o Marcelo como com o Felipe Luis. Hoje não teremos dificuldades nessa posição”, pontuou.

O ex-jogador, que tem uma ótima relação com o Real Madrid afirmou que gostaria que Neymar tivesse ido jogar no time Merengue. “Queria que ele fosse para o Real Madrid, mas entendo que a decisão é familiar. Desejo sorte a ele, que ele seja feliz nessa nova etapa porque agora é que vem o que é bom. Se ele quiser ser o melhor do mundo, vai depender dele, da adaptação dele. Ele tem tudo para ser o melhor do mundo, para ter o mesmo sucesso no Barcelona que ele teve no Santos. Só que Europa não é igual ao Brasil. O futebol europeu vai obrigar o Neymar a aprender (taticamente), muda um pouco em relação às nossas características. Mas em um, dois meses ele aprende e vai fazer muita coisa boa”, disse.

 

Publicidade
Publicidade