Domingo, 22 de Setembro de 2019
MERCADO

Real Madrid terá plataforma de streaming própria

É o segundo clube europeu a criar um “Netflix” para si mesmo, seguindo a ideia do Manchester City



Hazard_ser__o_principal_jogador_do_Real_na_temporada_-_Cr_dito_-_Real_Madrid_790E3AAC-6F50-4CEE-AC09-AD297F60B469.jpeg
23/08/2019 às 15:32

O Real Madrid seguiu a mesma tendência do Manchester City e lançou um serviço de streaming pago novo. Agora, o fã e torcedor do time pode acessar um arquivo de jogos históricos do clube,  ter acesso a prognósticos de futebol gratuitos, ou até mesmo ver os bastidores do elenco por apenas €1,99 mensais (o valor equivale a menos de dez reais na cotação atual).

O Manchester City anunciou o mesmo tipo de serviço há pouco mais de uma semana. O Futbol Club Barcelona também fez uma coletiva para informar os torcedores da reformulação do Barça TV.

O novo serviço de OTT pago do Real Madrid promete ser diferenciado e destacar-se da concorrência. Uma das novidades é a possibilidade de personalizar ostreaming e ver os melhores lances que o torcedor julga importantes.

Todos os produtos audiovisuais do time espanhol foram alterados recentemente a fim de começar a próxima temporada com muitas novidades. Em virtude disso, no último mês de abril o Real Madrid fechou parceria com as empresas Mediaset e Movistar para assumirem o lugar da Mediapro na gestão da marca.

Anualmente, o time investe 15 milhões de euros anuais em produção de conteúdo. E não é à toa que o time está entre os melhores do mundo. O aplicativo do time conta com 8 milhões de usuários, que na temporada de 2017/2018 consumiram mais de 2,5 milhões de vídeos na plataforma.

As oportunidades de negócio on-line e no marketing digital tem feito com que a gestão do Real Madrid invista mais na presença digital, para onde será disponibilizado o novo serviço.

Enquanto isso, o Barcelona ainda aposta em um modelo linear de televisão, exibidos apenas em canais por assinatura espanhóis.

O que são OTTs?

A abreviação vem da expressão em inglês over-the-top. Ela foi criada para descrever serviços disponibilizados por meio da internet aberta. Entre os exemplos, destacam-se as mensagens instantâneas, os serviços de chamadas de voz e vídeo, os serviços audiovisuais de áudio e de vídeo, as redes sociais e os serviços de compra e download de arquivos.

Atualmente os OTTs mais comuns são o Facebook, o WhatsApp, o Netflix e assim por diante. A utilização comercial dos OTTs varia de país para país e de acordo com as legislações vigentes.

Na Europa, é preciso respeitar a nova Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados. Ou seja, o Real Madrid não poderá divulgar os conteúdos que bem desejar em qualquer plataforma sem o consentimento dos seus clientes e seguidores.

Porém isso não deve ser um problema para o time. Em 2014, o Real Madrid foi o time que mais recebeu dinheiro em direitos de televisão no mundo. Além disso, a Sport TV, maior canal esportivo, perdeu os direitos de transmissão da Liga dos Campeões, da Liga espanhola, da Liga francesa, das Ligas belga e escocesa e da Youth League.

Com isso, a RMTV tem menor concorrência e poderá exercer um maior poder de influência sobre os seus expectadores. E hoje em dia o time possui mais de 13 milhões de torcedores, estando em nono lugar do top dez dos times com mais fãs.

 

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.