Sexta-feira, 19 de Abril de 2019
publicidade
zCR020602_p01_AD61748C-12A3-4A45-B93C-A1ECDE434887.jpg
publicidade
publicidade

RECONSTRUÇÃO

Rebaixado pela 5ª vez, Rio Negro vive reflexão sobre o trabalho a longo prazo

O treinador do 'Galo' José Ribamar Araújo avaliou de forma positiva o desempenho da equipe no Barezão e disse apostar na reconstrução do clube


06/04/2019 às 10:25

Rebaixado pela 5ª vez à Série B no  Amazonense  na última rodada do returno, com goleada sofrida no clássico Rio-Nal, nem tudo se perdeu no Rio Negro, pois o clube também colheu frutos do trabalho do treinador  José Ribamar e do auxiliar Mozart Carlos a frente da equipe de futebol  no Barezão 2019.

Apesar das inúmeras dificuldades enfrentadas pela equipe alvinegra dentro e fora de campo ao longo da competição, o técnico  José Ribamar enxerga com bons olhos o que foi desenvolvido durante o trabalho como comandante do time. 

“Acredito que fizemos um bom trabalho, uma equipe jovem com pouca disponibilidade pra treinar, nós não tínhamos campo, e às vezes nós passávamos uma semana sem treinar. Então, apesar das dificuldades, tivemos um bom êxito no trabalho. Fomos rebaixados lutando até o final, mas infelizmente não obtivemos o sucesso que queríamos”, disse o treinador do Rio Negro.

Pensamento a Longo Prazo

José Ribamar levantou a pauta de reestruturação do clube e responsabilidade por parte da nova diretoria do Rio Negro com os atletas para a continuidade do trabalho com pensamento a longo prazo.

“A equipe do Rio Negro é jovem, é uma equipe de garotos, tem alguns que já tiveram passagem por outros clubes, e eu acho que a continuidade desse trabalho depende muito da diretoria, depende da reestruturação do clube. O clube precisa ter uma responsabilidade maior com seus atletas, aos seus compromissos dentro do futebol. Então acredito que se nós tivermos condições de realizar um trabalho com alguns jogadores, é claro que não vão ficar todos, pois houve um desgate nesse período de competição, é natural entre  atletas e o clube, mas se a gente depender do elenco, e o clube tiver responsabilidade, com certeza conseguiremos colher bons frutos com esse trabalho a longo prazo”, ressaltou o treinador do Galo.  

Destaques

Durante 14 jogos nos dois turnos do Campeonato Estadual desta temporada, a garotada guerreira do time ‘Barriga Preta’ empenhou-se e demonstrou dentro das quatro linhas toda a capacidade de honrar as cores do Rio Negro. 

Mesmo enfatizando o fator grupo,  José Ribamar elencou alguns nomes que foram revelados pelo Galo neste Barezão.

“Nós tivemos o Antony, Luan, Thiago, Espiga, que foram destaques, e o próprio Gabriel Soeiro, o Brendo, e vejo esses jogadores que se destacaram nesse campeonato. Principalmente Espiga, que é um garoto de 19 anos que conseguiu desenvolver um bom trabalho chegando a fazer quatro gols na competição. Tivemos aí um time que destacou alguns garotos, mas a equipe em si foi um destaque, desde os que estavam no banco”, concluiu Ribamar Araújo. 

Campanha no Barezão

Sem viver um mar de rosas no Campeonato Amazonense, o Rio Negro passou por momentos de verdadeira ‘gangorra’ na competição, pois mesmo na luta contra o rebaixamento, a equipe também chegou a pensar em semifinal no 2º turno.

Na classificação geral o Galo da Praça da Saudade ficou na sétima colocação ana classificação geral, onde acumulou 15 pontos, em 14 partidas disputadas, sendo quatro vitórias, três empates e sete derrotas.

publicidade
publicidade
Treinador do Nacional nega ter ido contra decisão da diretoria em ação TJD
Com um a menos, Manaus segura empate e conquista returno do Barezão 2019
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.