Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
COPA AMAZONAS E COPA MIRIM

Recordes e disputas acirradas marcam competições de natação no Sesi

Copa Amazonas e Copa Mirim e Petiz de Natação acontecem no Clube do Trabalhador, no Sesi



WhatsApp_Image_2017-06-17_at_17.08.47.jpeg Disputas acirradas marcaram esse sábado (17) (Foto: Euzivaldo Queiroz)
17/06/2017 às 19:27

Neste fim de semana, entre 16 a 18 de junho, está sendo realizada a Copa Amazonas de natação – Troféu Eduardo Piccinini e a Copa Mirim/Petiz de natação – Troféu Pedro Nícolas Sena da Silva. São 184 nadadores participando das disputas no parque aquático do Clube do Trabalhador, no Sesi. 

Na sexta e no sábado, vários nadadores se destacaram quebrando recordes da competição, como a atleta Elysa Maia que bateu três marcas do evento com seus resultados nos 100 e 200 metros costas, com os tempos de 1’09” e 2’29”, respectivamente, e nos 400m medley, com 5’34”. Luisa Marillac bateu a marca do evento nos 100m borboleta, com 1’07”51. Cayo Vasconcelos bateu recordes nos 100 e 200m nado peito, com 1’09” e 2”31”, respectivamente.



Nos revezamentos, a equipe da Aquática Amazonas quebrou três marcas da competição, nas provas de nado livre e medley masculino, enquanto o La Salle também quebrou um recorde nos 4x50m medley misto. Amanhã, 18, acontece a última etapa de competições, a partir das 8h30 da manhã, com entrada gratuita.

Absoluto

A Aquática Amazonas mais uma vez tem sido um destaque na Copa Amazonas. Richard Lucas, Caio Sakamoto, Felipe Andrade, Eduardo Lopes e Luisa Marilac são alguns dos nadadores que têm conquistados muitos pontos para a equipe com suas vitórias dentro d’água.

“Nosso objetivo é conseguir ganhar a competição na classificação geral, então, muitos atletas nossos estão se sacrificando para ajudar a equipe a somar pontos, às vezes nadando provas que não são suas especialidades, então, estamos fazendo esse esforço, e temos conseguido nos manter na frente”, conta André Dantas, técnico da Aquática.

Mirim/Petiz

Na categoria mirim e petiz, a equipe do clube do Cirmman vem se destacando. “Nossos resultados têm sido inesperados. Tivemos boas surpresas, pois 90% da nossa equipe mirim e petiz foi ao pódio, e os outros 10% também tiveram um resultado excelente, pois baixaram seus tempos, então o resultado geral da equipe Cirmman foi de 100% de aproveitamento”, disse o técnico Celso Carvalho.

Celso está orgulhoso da sua equipe. “Alguns dos nomes que vêm se destacando nas competições são Leonardo Pessoa, Samara Farias, o Diogo, nosso atleta indígena, que ganhou uma prata nos 200m livre e baixou tempo, além da Ana Carolina e da Ágatha Marinho, que é mirim, e conquistou cinco medalhas de ouro nessa competição. Inclusive, todos os mirins subiram ao pódio, ninguém ficou de fora”, ressaltou Celso.

O evento está sendo realizado pela Federação amazonense de Desportos Aquáticos em parceria com o Clube do Trabalhador/Sesi, e vale pontos para o Prêmio de Mérito Aquático, que acontece todo fim de ano para premiar os melhores nadadores do ano no Amazonas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.