Publicidade
Esportes
Nova chance com o Leão

‘Rejeitadas’ pelo Flamengo, crianças entram em campo com o elenco do Nacional

Convidadas pelo presidente do Naça, Mario Cortez, as crianças, vestidas com uniformes do Rubro-Negro, se juntaram aos mascotes do Leão da Vila Municipal 27/04/2016 às 20:44 - Atualizado em 27/04/2016 às 21:10
Thaissa Cordeiro Manaus

“Rejeitadas” pelo Flamengo na abertura do clássico contra o Vasco, no último domingo, na Arena da Amazônia, cinco crianças voltaram ao estádio nesta quarta-feira (27), dessa vez, para entrar em campo com os jogadores do Nacional, que enfrenta o Dom Bosco pela Copa do Brasil.

Convidadas pelo presidente do Naça, Mario Cortez, as crianças, vestidas com uniformes do Rubro-Negro, se juntaram aos mascotes do Leão da Vila Municipal e falaram sobre essa nova oportunidade. “É legal, mas não é a mesma coisa que entrar com o Flamengo”, disse Gabriel Evangelista, de oito anos.

Segundo Rodrigo Santoro, pai do Bernardo, de 10 anos, a rejeição do Flamengo aconteceu por culpa do zagueiro Wallace. “O Paulo Victor e o Jorge, o lateral esquerdo, cumprimentaram as crianças antes, mas o Wallace entrou com aquela bandeira super antipático e contaminou o restante do grupo. Ele entrou olhou pra trás como ‘está todo mundo aqui'  e saiu correndo e os outros jogadores não entenderam nada e correram também”.

Publicidade
Publicidade