Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019
Craque

Reunião entre FVO e representantes dos clubes do AM discute o uso dos estádios

O encontro realizado na sede da Fundação Vila Olímpica (FVO) teve caráter de urgência. A entidade, a Federação Amazonense de Futebol (FAF) e os clubes do Estado querem mudanças no quadro móvel dos estádios



1.jpg Reunião entre FVO e clubes deve definir o uso dos estádios construídos para a Copa do Mundo.
06/02/2015 às 13:50

A Associação dos Clubes Profissionais do Estado do Amazonas (Acpea), Federação Amazonense de Futebol (FAF), Fundação Vila Olímpica (FVO) e órgãos que cuidam da segurança de grandes eventos participaram de uma reunião, na manhã desta sexta-feira (6), na sede da FVO para definir a utilização dos estádios Ismael Benigno (Colina), Carlos Zamith e Arena da Amazônia no Campeonato Amazonense 2015.

A pauta de reivindicação partiu da Acpea que sugeriu a FVO, órgão responsável pelos estádios, que haja uma “formatação” no quadro móvel dos estádios. Assim, os clubes poderão jogar até mesmo na Arena da Amazônia, de acordo com o número de torcedores.

“Certamente que vamos utilizar o que vai ser necessário (parte dos estádios para o público). Não podemos utilizar um negócio que a demanda é muito menor. Agora foram feitos três estádios e o governo não pode ter o ônus de transformar isso em um museu. Como os clubes de Manaus não conseguem subsidiar os custos e por isso temos que reunir o governo, Policia Militar, Fundação... em prol do doente que estava muito mais enfermo, mas já saiu do coma induzido, está de pé, caminhando, mas precisando ainda de remédios”, disse o presidente da associação de clubes, Cláudio Nobre.

O diretor-presidente da Fundação Vila Olímpica (FVO), Aly Almeida, afirmou que agora os clubes estão entendendo sobre os custos dos estádios e aprovou a ideia dos  dirigentes.

“Foi uma reunião de extrema importância, porque o futebol amazonense começando dessa maneira já dá um sentindo de organização. Qualquer um pode usar o estádio, mas acham que o governo tem que se responsabilizar por tudo e não é bem assim. Tem que se ter uma maneira melhor e esse quadro móvel tem quem ser ajustado de acordo com número de torcedores. Nossa responsabilidade é só ceder o estádio”, explicou.

O secretário executivo Adjunto de Grandes Eventos (Seasge), coronel Dan Câmara, confirmou que bebidas alcoólicas estarão sendo vendidas, mas somente em copos plásticos.

“Temos leis e portarias que precisam ser acatadas e o estatuto do torcedor permite que a federação estadual libere o consumo de bebidas alcoólicas dentro do estádio, em copos descartáveis e vamos trabalhar em parceira com a FAF para garantir a segurança nos estádios”, disse o coronel garantindo que os bastões de selfies estão proibidos.




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.