Publicidade
Esportes
Os Filhos de Francisco

Revezamento Olímpico passa pela terra da dupla Zezé di Camargo & Luciano

A Tocha dos Jogos passou pelo município de Pirenópolis, no interior de Goiás, cidade onde nasceu a dupla sertaneja (Foto: Divulgação Rio 2016) 05/05/2016 às 12:39 - Atualizado em 05/05/2016 às 12:40
Show 206982 agif16050414401473 9f903b original 1462389172
Os Filhos de Francisco carregaram juntos a Tocha Olímpica na passagem por sua terra natal.
ACritica.com Manaus (AM)

A tradição centenária das Cavalhadas e a representação atual de artistas e atletas locais que ganharam projeção nacional foram destaque em Pirenópolis nesta quarta-feira (6), durante a passagem da tocha olímpica na mais histórica cidade de Goiás. A 120 km da capital Goiânia e a cerca de 150 km de Brasília, Pirenópolis foi a terceira cidade brasileira a receber a chama dos Jogos Rio 2016.

Com 25 mil habitantes e famosa por suas cachoeiras, beleza natural e arquitetura colonial, Piri, como carinhosamente é chamada, é um dos principais destinos turísticos ecológicos do estado. Com 288 anos, o município é tombado como conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A transição mais aguardada pelos espectadores ocorreu em frente à Igreja Matriz, no centro histórico. Depois de passar pelo portal de entrada da cidade, a tocha foi conduzida por moradores como o artista plástico Pérsio Forzzani, que repassou a chama ao ex-jogador de futebol do Grêmio e do Sport, Sandro Goiano, de 42 anos. Ele também nasceu em Pirenópolis. "Dormi ansioso, acordei ansioso... É uma emoção muito forte", descreveu.

Filhos de Francisco

Nascidos na cidade do interior goiano, os cantores Zezé di Camargo e Luciano também foram responsáveis por conduzir o fogo por pouco mais de 200 metros. "A simbologia desse ato é a paz e a união entre as pessoas e é isso o mais importante neste momento de hoje no Brasil ", destacou emocionado Zezé.

Publicidade
Publicidade