Sexta-feira, 07 de Maio de 2021
Novas conquistas

Rio Negro de volta às piscinas

Equipe participou no último fim de semana da primeira competição oficial e está trabalhando para ser destaque no futuro



99fe4d75-5854-4429-b304-83fc7d2bd1b0_AC1A50E5-BABC-49A3-8E01-EE80BF55203F.jpg Foto: Iago Albuquerque
10/12/2020 às 09:32

Após cinco anos de hiato, o Atlético Rio Negro Clube volta a ter equipes em competições do circuito amazonense de natação.  No último fim de semana, seis atletas competiram no Circuito Amazonense Aspirante Máster de Natação 2020 e levaram 16 medalhas para a Praça da Saudade.  O time de nadadores já se prepara para a próxima competição: o Campeonato Amazonense, que acontecerá nos dias 18 e 19 de dezembro, no Sesi Clube do Trabalhador.

O retorno é fruto de uma reestruturação que começou no ano passado com a gestão do presidente Jefferson Oliveira e incluiu a revitalização do parque aquático do clube, construído na década de 60 e que, por anos, foi um dos mais modernos do Norte do país.



“Estamos aqui há mais ou menos um ano. O parque aquático estava fechado e com a nossa tentamos melhorar e mostrar que o Rio Negro está de volta com várias atividades na parte aquática e além da equipe, a escolinha de natação, além dos eventos, que também estão retornando”, explica Fabíola Santanta, coordenadora do parque aquático do Rio Negro.

A equipe ainda é pequena, conta com apenas 20 atletas, 12 deles com idades entre 6 e 16 anos e o oito correspondem ao time máster. De acordo com o treinador da equipe Washington Deneriaz, o trabalho vem sendo feito com cautela e visa resultados a médio e longo prazo, mas as primeiras conquistas já são motivo de comemoração.

“Nós começamos no início do ano passado e o nosso objetivo era entrar nas competições estaduais e nacionais neste ano, mas a pandemia atrapalhou. Nossa equipe ainda é pequena, mas no nosso resultado no último fim de semana foi bom. Nos mantivemos ali sempre nas primeiras colocações. Ainda não entramos com força total para competir de igual para igual com as outras equipes, mas os outros atletas que ficaram de fora estão trabalhando muito e acreditamos que ano que vem a equipe irá se destacar no contexto estadual e também nacional”, explicou o técnico que apesar do otimismo mantém a cautela no trabalho.

“Você tem que ser cauteloso até porque o Rio Negro tem tradição nessa modalidade. Por aqui já passaram grandes nadadores que foram revelação do estado. Estou muito feliz pelo presidente Jefferson confiar no trabalho de reestruturar o parque aquático. Esse é um processo demorado, não é imediato. Ele é à longo prazo, onde a gente está procurando firmar bem essa equipe. Nós treinamos de segunda à sexta e é uma equipe nova montada com muito cuidado, e não podemos esquecer que são crianças, então tem que ter um certo cuidado já que foi a primeira competição que nós participamos”, completou.

Uma das atletas do time máster é Carla Lima, que conquistou medalha de ouro nos 50 metros borboleta e prata nos 50m livres. Ela já foi atleta da seleção amazonense de natação e retornou à natação primeiramente para fazer uma atividade física, além da logística, a estrutura do clube ajudaram a escolher treinar no Rio Negro.

“É uma experiência nova porque estava há mais de 20 anos sem competir. Tinha voltado por questão de saúde e aqui me sinto muito bem, com um grupo de professores que vêm me incentivando. É difícil passar muito tempo sem nadar, tem a ver com a questão de condicionamento físico, mas tô retornando aos poucos”.

Além do time de natação, o Rio Negro possui uma escola de natação para crianças e adultos de segunda à sexta pela manhã, tarde e à noite. Quem deseja se matricular pode comparecer à secretaria do clube, localizada na Avenida Epaminondas, no Centro, com RG.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.