Publicidade
Esportes
Craque

Rio Negro e Iranduba se enfrentam tentando fugir da ‘Zona da Confusão’ do Barezão

O Galo da Praça da Saudade foi goleado pelo Nacional e o Hulk foi “atropelado” pelo Fast Clube. Ambas as equipes tentarão a primeira vitória no Barezão e ao mesmo tempo deixar as últimas posições na tabela do campeonato  27/02/2015 às 22:42
Show 1
Para Sérgio Duarte a estreia dos garotos do Galo foi positiva
Denir Simplício Manaus (AM)

A partida entre Rio Negro e Iranduba, na tarde deste domingo (1º), às 16h, no estádio da Colina, colocará frente a frente as duas equipes que terminaram a primeira rodada do Amazonense nas últimas posições da tabela. O Galo, depois de perder o Rio-Nal na última quinta-feira (26), tentará se recuperar diante do outrora misterioso Iranduba. O treinador Sérgio Duarte taxou a estreia de sua jovem equipe como “positiva” e considerou que a derrota frente ao Nacional se deu pela “imaturidade” de seus atletas em campo.

Logo depois do revés contra o Nacional, o comandante do Galo já pensava no próximo compromisso de seu time e afirmou que não deve fazer grandes alterações na equipe que perdeu na estreia do Barezão. Com um elenco cheio de garotos vindos da base, Sérgio Duarte não tem tantas opções no banco de reservas. Uma aposta do treinador que pode ser a utilização do atacante Ronan. O jogador de 20 anos entrou no segundo tempo do Rio-Nal e deu um “calor” pra cima da experiente defesa do Naça.

Outra mudança que pode  ocorrer no time Barriga Preta é no  sistema defensivo da equipe . O zagueiro Vítor, que se  machucou durante a partida contra o Leão da Vila, deverá ceder lugar a Raul. O time de Sérgio Duarte se portou bem do meio-campo pra frente, mas pecou defensivamente. Principalmente no segundo gol do Nacional, onde a bola estava na defesa do Leão e, num contra-ataque rápido, acabou sendo surpreendida.  


Frederico Braz técnico do Iranduba. Foto: Mauro Neto/Sejel

Sem mistério
O Iranduba guardou segredo sobre seu elenco até minutos antes de entrar no gramado da Colina, onde enfrentou o time do  Fast Clube. A estratégia do mistério não surtiu efeito e a equipe treinada por Frederico Braz acabou goleada pelo Rolo Compressor. Passado o sigilo da estreia, o Hulk agora terá de revelar um bom futebol para deixar as últimas posições na tábua de classificação do Estadual.

Para isso a equipe fez três  treinos coletivos durante esta semana e duas mudanças já estão certas: o zagueiro Wellington Maranhão e o volante Emerson chegaram ao clube  e foram confirmados nas vagas de Pastor e Rogério Pedra, respectivamente.

Mudanças no meio de campo e ataque também foram definidas no treino de ontem. No entanto, Braz preferiu guardar essas informações para a hora do jogo. Vidinha e Somália, que começaram a partida contra o Fast, podem ir para o banco diante do rio Negro. Mistérios à parte, o certo é que o Iranduba começa a se mostrar aos poucos e deixar o mistério de lado. Está mais do que na hora de revelar o futebol do Hulk.


Publicidade
Publicidade