Sábado, 25 de Janeiro de 2020
Craque

Rio Negro e Operário fazem jogo dos desesperados neste sábado

As duas equipes entram em campo neste sábado (21), às 16h, para tentar escapar da zona da degola



1.jpg Carlos Tozzi disse que no jogo dos seis pontos, o time entrará para vencer
21/03/2015 às 12:47

Só a vitória importa ao Rio Negro e Operário, que farão o jogo de seis pontos às 16h deste sábado (22), no Carlos Zamith. Nas duas últimas colocações, as equipes tentam fugir da desconfortável zona da degola e apostam na conquista dos três pontos para afastar a zica. Em cinco jogos, Rio Negro teve apenas uma vitória em cinco jogos, já o Operário ainda tenta vencer a sua primeira partida no Estadual.

A importância de vencer o jogo aumenta devido à proximidade das equipes na tabela. O Operário é o lanterna da competição com um ponto, o Rio Negro está uma posição acima com três. No caso de vitória, o Rio Negro pode sair da zona de rebaixamento, caso o Iranduba não vença o Princesa do Solimões.  Caso a vitória seja do Operário, o time iria a quatro pontos, empurrando o Rio negro para a lanterna. O resultado, porém, não seria suficiente para tirar o time da zona nessa rodada.



O técnico do Operário, Carlos Alberto Tozzi, ainda não definiu o time que entrará em campo hoje. A dúvida é quem entrará no lugar de Clemilton e Jandão, expulsos no último jogo. A dúvida é entre Marabá, Allan ou Elton.

 “Nós conversamos bastante durante a semana e acertamos tudo. Vamos para o jogo buscando a vitória, porque esse jogo vale seis pontos. É um time que está perto da gente na tabela e nós temos que vencer”, falou.

No lado do Galo a tônica é que não existe jogo fácil e só a vitória importa. De acordo com o técnico Roberley Assis, o time entrará de cabeça erguida, buscando a vitória.

“O time vai entrar em campo ciente de que a vitória é importante. Não é porque o Operário está com um ponto que vai ser fácil. Ambas as equipes precisam se achar no campeonato para sair da situação que estão. O Rio Negro vai entrar respeitando o adversário”.  A novidade para esse jogo é a entrada de Bruno Iton no lugar de Renatinho na lateral esquerda.

Além de arrumar o time, os jogadores precisaram arrumar o psicológico dos seus jogadores durante a semana, já que vieram de derrotas traumáticas. O Rio Negro perdeu para o Princesa no último minuto de jogo, após conseguir empatar a partida.

O Operário vem de uma derrota de 4 a 0 para o Fast e após o jogo, Tozzi declarou que o time estava cabisbaixo pela campanha no Estadual. Apesar disso, para o jogo de logo mais, houve um consenso entre os técnicos em dizer que os jogos anteriores eram “página virada” e que iriam entrar com equipes motivadas para buscar o resultado positivo.

Ficha Técnica:

Rio Negro: Filho, Marcelinho, Luiz Ricardo, Rondinelli, Serginho, Bruno Iton, Tiago Amazonense, Ruan,Lucas Peteca,Ronan, Bruno. Técnico: Roberley Assis

Operário: Agenor, Marabá,Wallace,Alan,Fabício,Nilsão,Velinho,Toró,Matenay,Jonas,Neto. Técnico: Carlos Alberto Tozzi

Arbitragem: Carlos Augusto Santos de Souza, Ivo Fernando da Costa de Souza, José Luís de Oliveira Ramos

Local: Estádio Carlos Zamith




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.