Publicidade
Esportes
BAREZÃO

Rio Negro empata com o Holanda em partida no Carlos Zamith

O Galo abriu o placar com Charles, mas ainda no primeiro tempo Marinho,de pênalti, empatou a partida 25/03/2017 às 19:53
Show 41b3c1fe b9c5 4c83 a158 9066f9919361
(Foto: Winnetou Almeida)
Camila Leonel Manaus (AM)

O Rio Negro perdeu os 100% de aproveitamento ao empatar com o Holanda no estádio Carlos Zamith. O Galo abriu o placar com Charles, mas ainda no primeiro tempo vou Marinho,de pênalti, empatar a partida. Com isso o Galo cai para segundo, com sete pontos. Dois a menos que o Nacional, líder com nove pontos.

Os dois times entraram em campo com propostas de jogo bem definidas, o Rio Negro tocava a bola, já o Holanda, bem postado, marcava o Galo da Praça da Saudade jogando no contra golpe. Prova isso era que o atacante Marinho era o único jogador de laranja além da linha do campo. Mesmo com a marcação, o Rio Negro tocava a bola tentando abrir o placar, porém o primeiro lance de perigo foi do Holanda em cobrança de falta de Jussan na entrada da área. Ele bateu colocado, mas a bola passou por cima do gol.        

O Rio Negro, porém manteve a calma e continuava com a sua proposta e em uma das jogadas, Arthur, pelo lado esquerdo entrou na área e rolou para Charles mandar para o gol aos 19 minutos.      

O Rio Negro continuava com a mesma estratégia, porém o Holanda mudou a sua. O técnico Sidney Bento subiu a marcação e com isso, o Laranjão começou a ter mais posse de bola e finalizar mais, se aproveitando da habilidade de seus jogadores. Aos 38 após uma bola enfiada, Marinho chutou, mas Jairo defendeu.

O Holanda lançou bola na área buscando Antony, mas o jogador foi derrubado pelo goleiro do Rio Negro. Pênalti! Jairo e Marinho voltaram a ficar frente a frente aos 44 minutos, mas desta vez o atacante do Holanda levou a melhor. Cobrou pro lado direito, e quando o arqueiro caia para o lado esquerdo. Holanda 1 a 1.

Na segunda etapa, o Rio Negro tentou imprimir o mesmo ritmo do primeiro tempo. Tocava a bola e tentava chegar pelos lados buscando Leonardo, jogador mais avançado em campo, mas a bem postada defesa holandesa afastava o perigo. O time laranja por sua vez investia no contra ataque como aos 11 minutos quando Romário saiu correndo com a bola e chutou cruzado. A bola passou na frente do gol sem ninguém para concluir. Em outro contra ataque Marinho recebeu de Kelvin, mas perdeu uma chance claríssima de virar o jogo.  

As melhores chances do Rio Negro no segundo tempo vieram na bola parada. Aos 32, Rodrigo Ítalo cobrou falta, o goleiro do Holanda rebateu a bola e Leonardo concluiu para o gol, mas o assistente marcou impedimento e anulou o gol. Em outro lance de falta, Rodrigo Ítalo chutou por cima do gol. Aos 42 Wagner Diniz cruzou para Rafael Paulista cabecear para o gol, mas o goleiro tirou. Nos minutos finais, o Galo ciscou e ciscou na área do Holanda, mas não conseguiu sair com a vitória já que aos 47 Paulinho recebeu na pequena área de Charles, mas o goleiro Douglas defendeu.

Publicidade
Publicidade