Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
Em uma quinta-feira...

Rio Negro toma cinco do Nacional e é rebaixado pela quinta vez no Barezão

Naça se classifica para a semifinal com o 2º lugar do returno e encara o Princesa do Solimões



WhatsApp_Image_2019-04-04_at_21.54.47_B0630D7A-E94D-468E-8456-3562F0A982D7.jpeg
Foto: Antônio Lima
04/04/2019 às 22:27

O Rio Negro não conseguiu fazer o dever de casa e perdeu de goleada para o Nacional, por 5 a 0, nesta noite de quinta-feira (4), na Colina, pela última rodada do returno do Barezão. Os gols foram marcados por Ray (2), Romarinho (2) e Bernardo.

Com o resultado, o Galo da Praça da Saudade chega ao seu quinto rebaixamento no Campeonato Amazonense. Já o Leão da Vila Municipal se classifica para a semifinal com a segunda colocação e encara o Princesa do Solimões, neste fim de semana.

Ao fim da partida, o técnico substituto do Rio Negro, Paulo Mozart, não mediu as palavras ao dizer que a diretoria do clube não deu estrutura para a equipe disputar o Barezão.

"Nós não tínhamos nem um campo de futebol para treinar. Se fizemos 10 treinos em campo, foi muito. Nossos treinos eram na quadra de futsal e isso não tem cabimento. Não tem como cobrar os jogadores, que estão há três meses sem receber. Esses meninos fizeram muito mais do que estava no alcance deles", desabafou Mozart.


Jogadores do Rio Negro ficaram desolados após a partida. Foto: Antônio Lima

Já do lado azulino, o jogador Romarinho, autor de dois gols, enfatizou a importância de ter terminado o returno em segundo lugar na tabela de classificação.

"Com essa vitória, conseguimos decidir em casa contra o Princesa e ainda temos a vantagem do empate. Sabíamos que seria muito mais difícil se a partida fosse em Manacapuru. Então, entramos focados em vencer e conseguir jogar com o apoio da nossa torcida, que sempre está presente nos apoiando", finaliza o jogador.

O jogo

A partida começou equilibrada no meio de campo, mas aos sete minutos, o Nacional teve sua primeira oportunidade, em jogada individual do atacante Romarinho, que invadiu a área e chutou para a defesa do goleiro Guanair.

O Leão da Vila Municipal então dominou a partida e, na segunda chance que teve, não desperdiçou. Ray recebe da esquerda, dentro da área, puxou para o meio e chutou no lado direito, abrindo o marcador, aos dez minutos.

Dominando a partida, aos 12 minutos, o azulino Romarinho recebeu no lado direito, driblou o goleiro e tentou por cobertura, mas a bola foi pra fora.

Dois minutos depois, mais Nacional. Ray experimentou um chute na entrada da área, a bola bate na trave e entra. 2 a 0.

Aos 18 minutos, o árbitro Walter Nascimento viu pênalti em disputa pela bola dentro da área Rionegrina, após cruzamento de Paulinho pela direita. Na cobrança, Bernardo marca o terceiro do Nacional.

O Rio Negro tenta uma reação aos 21 minutos. Em cobrança de falta, Soeiro chuta no canto esquerdo de Regly, que defende no limite com o pé esquerdo, para a linha de fundo. Na cobrança do escanteio de Soeiro, a bola pega na mão da zaga e o árbitro sinaliza a marca do pênalti. Na cobrança, Soeiro chuta meia altura no canto esquerdo de Regly, mas o goleiro azulino estava em noite inspirada e conseguiu fazer a defesa.

A partida então ficou truncada, onde nenhuma equipe conseguia chegar com perigo no campo adversário, até o fim do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Nacional volta mais recuado, esperando mais o time do Rio Negro, que não consegue oferecer perigo para a equipe azulina.


Foto: Antônio Lima

Até que no primeiro ataque do Nacional, aos 22 minutos, veio o quarto gol. Matheus cruza do lado direito, Romarinho chega dividindo com o zagueiro, chuta lascado, mas a bola entra no gol rionegrino.

Nos 25 minutos, mais Leão da Vila Municipal. Desta vez pelo lado esquerdo, Matheus mais uma vez, cruza e Romarinho completa de pé trocado, fazendo 5 a 0.

Ficha Técnica

Nacional: André Regly (Gabriel), Paulinho, Jordan, João Pedro, Mineiro, Bernardo, Felipe Eduardo, Fabinho (Hugo Ragelli), Ray (Matheus), Léo Mineiro e Romarinho.

Rio Negro: Guanair, Lucas, Thiago, Luan, Antony, Fernando, Ronilson (Jardel), Gabriel (Nildo), Espiga, Soeiro e Balotelli (Jesus).

Público: 326 pagantes

Renda: R$3.420,00


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.