Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
GALO CANTOU!

Rio Negro vence Iranduba pelo placar mínimo na Arena e entra no G4 Barezão

Partida quente e com uma expulsão para cada lado coloca o Galo da Praça da Saudade de vez na briga por uma vaga nas semifinais do returno



WhatsApp_Image_2019-03-21_at_22.00.45_6B4AF048-3AE9-498F-BD61-C90DD2FDAD4E.jpeg
Foto: Sandro Pereira
21/03/2019 às 22:25

Em jogo de duas expulsões, o Rio Negro venceu por 1 a 0 o Iranduba, na noite desta quinta-feira (21), na Arena da Amazônia. O gol da partida foi marcado pelo volante Antony. Com a vitória,o Galo da Praça da Saudade entra no G4 do estadual, somando quatro pontos.

Na próxima rodada, o Rio negro joga contra o Manaus, domingo (24), no estádio Ismael Benigno, a Colina. No mesmo dia, o Iranduba encara o Penarol, em Itacoatiara, no estádio Floro de Mendonça.

O jogo

Mesmo debaixo de chuva, o clima do jogo iniciou 'quente'. A bola disputada a cada lance mostrava a importância da vitória para as duas equipes. Nos primeiros 20 minutos, a partida seguia equilibrada. A partir dos 35 minutos, o Iranduba passou a pressionar mais, explorando o lado direito com o lateral Luizinho. A bola alçada na área do Rio Negro foi um dos recursos mais utilizados pelo Iranduba.

Aos 41 minutos, em jogada perigosa do Rio Negro, Renan recebeu passa de Soeiro na direita, bateu colocado da entrada da grande área, mas a bola subiu muito e foi apra fora. Nos minutos seguintes, o Galo seguiu pressionando, mas a defesa do Hulk continuava bem postada, segurando os ataques velozes do Rio Negro.

Com 4 minutos de acréscimo, o jogo seguia tranquilo até a expulsão de Soeiro, do Rio Negro, aos 46, por lance violento em cima do atacante Gabriel, do Iranduba.

Na segunda etapa, o Iranduba tomou as iniciativas de ataque. De pé em pé, o Hulk trocava passes girando a bola para tentar jogada de infiltração na área do Rio Negro.

Aos 5 minutos, o Rio Negro reagiu com bela jogada de Renan, que deixou quatro marcadores para trás, mas foi derrubado na entrada da grande área. Na cobrança de falta, Brendo mandou a bola na trave e, na sobra, dentro da pequena área, Antony abriu o placar, aos 6 minutos, para o Galo.

O relógio marcava 15 minutos na Arena da Amazônia e, com um a menos, o Rio Negro continuava se impondo no jogo. Em lance de contra-ataque, aos 17 minutos, o Iranduba chegou com Guilherme na ponta esquerda, que avançou a linha de fundo, tocou rasteiro para dentro da grande área, mas, na hora do chute, Gabriel pegou mal na bola e mandou para fora.

Com 30 minutos, o panorama da partida seguia  taque contra defesa. O Iranduba com vantagem numérica em campo pressionava e o Rio Negro apenas se segurava atrás.

Aos 42 minutos, o Rio Negro teve grande chance de ampliar. Baloteli cobrou escanteio e na cabeçada Jardel mandou no canto, mas o goleiro Junior fez grande defesa. Dois minutos depois, o zagueiro e capitão do Iranduba, Linno, foi expulso por falta dura em Baloteli.

Com nervos a flor da pele, após a expulsão do jogador do Hulk, a partida passou a se igualar. Com seis minutos de acréscimo, o jogo seguia nervoso e intenso, mas na batalha de gladiadores na Arena da Amazônia, o Galo da Praça da Saudade levou a melhor.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.