Publicidade
Esportes
Time de Aderbal Lana

Galo vence o São Raimundo e se aproxima de vaga na semifinal do Amazonense

Com a vitória, o Galo chegou aos 12 pontos e ultrapassou o São Raimundo no campeonato. O time de Aderbal Lana só depende de suas próprias forças para chegar a improvável semifinal do Barezão Centenário. 12/10/2016 às 19:14 - Atualizado em 12/10/2016 às 20:36
Show joaja
Branco abriu o placar na vitória por 2 a 1 sobre o São Raimundo na Colina. Foto: Denir Simplício
Denir Simplício Manaus

Dia das Crianças onde os velhinhos do Rio Negro deram uma lição de bola pra cima do São Raimundo. Com o placar de 2 a 1, o Galo da Praça da Saudade passou o Tufão da Colina na tábua de classificação do Campeonato Amazonense, nesta quarta-feira (12), no estádio da Colina, e tem pela frente o duelo contra o líder Fast.

A chance de chegar de vez na semifinal do Barezão Centenário. Pro Tufão, que chegou ao quinto jogo sem vitória, as coisas complicaram de vez.

Em clima de chuva , mas de decisão, São Raimundo e Rio Negro entraram no gramado da Colina com a ambição da vitória. Jogando em casa, o Tufão partiu pra cima do Galo. Aos 10 minutos, Americano chutou forte e cruzado para bela defesa do goleiro Pablo.

Aos 16min, Alan Bahia bateu falta perigosa por sobre o gol de Darlan e mostrou que o Galo estava vivo no jogo. Aos 19min, confusão armada na partida. O jogo é paralisado para o atendimento do zagueiro Samir e no retorno da partida, Alan Bahia se desentende com os jogadores do Tufão

O árbitro Ivan Guimarães Júnior expulsou o volante Rafael e o atacante Abuda do Rio Negro. Depois de muita conversa, a arbitragem voltou da decisão e aplicou o cartão vermelho para o meia Kremer , do Tufão no lugar de Rafael.

Passados 13 minutos de paralisação, Ivan Guimarães Júnior cancelou tudo o que já havia feito e resolveu anular todas as punições que já havia feito e ninguém mais foi expulso.

Quando a bola voltou finalmente a rolar, o Galo chegou perto de abrir o placar com Branco, que de cabeça, perdeu boa chance de inaugurar o marcador. Aos 38min, bola alçada na área do São Raimundo. Quando o zagueiro Fabio Gomes tocou a bola, o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Abuda chutou no canto e Darlan caiu para fazer grande defesa e salvar o Tufão                         

Aos 43minutos, Abuda recebeu na pequena área, mas chutou nas mãos de Darlan que se transformou no cara do jogo.                        

Aos 51 minutos do primeiro tempo, o juiz apitou o fim da primeira etapa de jogo e o drama de Tufão e Galo continuou. 0 a 0 na  Colina dos Sonhos.                        

Segundo tempo de gols       

O segundo tempo mal começou e o Rio Negro acinzentou ainda mais o céu da Colina para o São Raimundo. O atacante Branco recebeu pela esquerda, invadiu a área e chutou na saída de Darlan, que nada pode fazer. Galo 1 a 0 pra cima do Tufão.                         

Aos 5min, Americano chegou perto do gol de empate para o Tufão, mas errou o alvo. Albergue sacou um dos volantes e colocou Marcelinho Araxá na busca pela igualdade.                        

Aos 12min, falta na intermediária do Galo, e Kremer parte para cobrança. No caminho a bola desvia na barreira e mata o goleiro Pablo. Tufão 1  a 1 e partida empatada na Colina.                        

Aos 19min, bate rebate na zaga do Rio Negro e quase Marinelson vira a partida para o São Raimundo, o chute joga a bola por cima do gol de Pablo. Aos 22min, Americano cabeceira entre os zagueiros do Galo e obriga Pablo a fazer bela defesa.

Aos 26min, Rian, que acabara de entrar no jogo, recebeu pelo lado esquerdo do ataque do Rio Negro e bateu pro gol. A bola desviou na zaga do Tufão e foi no ângulo do goleiro Darlan. Galo na frente do Mundico: 2 a 1.                        

Aos 30min, o zagueiro Fabio Gomes empatou de cabeça, mas o bandeira marcou impedimento do defensor do Tufão. Aos 36min, Branco puxa contra-ataque para o Galo e quase mata o jogo para o Rio Negro.                        

 Aos 40min, Pablo opera verdadeiro milagre após cabeçada venenosa do zagueiro Diego Gaúcho.No final da partida o Tufão foi pra cima e deixou espaços para os contra golpes do Galo. Por duas vezes o time barriga preta teve a chance de ampliar, mas ficou nisso.                        

Com a vitória, o Galo chegou aos 12 pontos e ultrapassou o São Raimundo no campeonato. O time de Aderbal Lana só depende de suas próprias forças para chegar a improvável semifinal do Barezão  Centenário. Pro São Raimundo é vencer o Borbense na última rodada e ainda secar o Galo diante do Fast se quiser avançar no torneio.

Publicidade
Publicidade