Publicidade
Esportes
BAREZÃO

Rio Negro vira sobre o Nacional, ultrapassa o rival e assume vice-liderança

Até então quinto colocado, o Rio Negro venceu por 2 a 1 e assumiu a primeira colocação. O lugar era ocupado justamente pelo Nacional, que caiu para a vice liderança 06/05/2017 às 17:56 - Atualizado em 07/05/2017 às 17:12
Valter Cardoso Manaus (AM)

Neste sábado (06), Rio Negro e Nacional fizeram o maior clássico da rodada buscando se garantir na próxima fase da competição.

Até então quinto colocado, o Rio Negro venceu por 2 a 1 e assumiu a segunda posição do campeonato. O Nacional, que era líder do Barezão, caiu para a terceira colocação.

Apesar de dominar a maior parte da partida, o Galo da Praça da Saudade saiu atras no placar, com gol contra de Rafael Victor. No segundo tempo descontou com Leonardo e o próprio Rafael Victor fez o gol da vitória, em cobrança de pênalti.

O jogo

Aos 13, o Rio Negro criou a primeira grande chance da partida. Charles avançou pela lateral esquerda, Rafael Paulista finalizou livre mas fraco e Marcelo Valverde fez a defesa. A faixa lateral do campo passou a ser o principal caminho do ataque rionegrino.

Apesar da pressão, quem saiu na frente foi o Nacional. Aos 20, Paulo Roberto avançou pela ponta e cruzou, o zagueiro Rafael Victor se complicou na hora de cortar e acabou jogando contra o próprio gol, abrindo o placar.

Aos 32, o Rio Negro teve a chance do empatar. Em cobrança de falta, Charles exigiu boa defesa de Marcelo Valverde. O Galo retomou o comando da partida, mas não conseguiu furar o bloqueio do Leão.

No segundo tempo o cenário foi parecido. Melhor, o Rio Negro tentava converter a superioridade em gols. A pressão só funcionou aos 15, quando Leonardo aproveitou cobrança de falta na área para completar para o gol, empatando a partida.

Sete minutos depois, a torcida Barriga Preta voltou a comemorar gol. Wagner Diniz fez boa jogada pela direita e sofreu pênalti. Rafael Victor se redimiu e cobrou com categoria para virar o placar.

O jogo ganhou em emoção, os times passaram a disputar a bola com mais vontade e faltas, mas o resultado ao fim dos noventa minutos apontou a vitória do Rio Negro. 

Publicidade
Publicidade