Publicidade
Esportes
Craque

Roberley Assis quer Galo garantido na Série A

O novo comandante do Galo da Praça da Saudade afirmou que dará continuidade ao trabalho iniciado por Sérgio Duarte, mas que o time precisa de alguns ajustes 03/03/2015 às 17:50
Show 1
O treinador da base do Galo assumiu o time principal depois da saída de Sérgio Duarte.
Camila Leonel Manaus (AM)

O novo treinador do Rio Negro, Roberley Assis, assume um Rio Negro com dificuldades no Campeonato Amazonense. O time, que voltou a série A do Estadual nesse ano, é lanterna do campeonato e perdeu os dois jogos que disputou. Com o time mais jovem do Barezão e com uma folha salarial modesta, o time aposta na juventude e no treinamento intenso da sua equipe para não cair para a série B pela quarta vez.

Roberley era coordenador técnico da comissão comandada pelo então técnico Sérgio Duarte. Com a saída do comandante rionegrino, Roberley, que já trabalha com no clube e conhece os jogadores herdou a vaga. “O Thales me procurou, a gente teve uma reunião com a comissão técnica e ele me chamou para assumir a equipe a partir de hoje”, contou.

Apesar da saída repentina de Sérgio Duarte, que foi anunciada no fim da noite de segunda-feira (2), Roberley afirmou que os jogadores receberam bem a notícia na manhã de terça-feira (3). “É claro que uma notícia dessa não é algo natural, mas agora nós temos que virar a página e focar no trabalho durante a semana para fazermos um bom jogo contra o Manaus, no sábado”, explicou.

Para se garantir na série A

Sobre a atual situação da equipe no campeonato, o novo comandante afirmou que confia no time e no projeto do Rio Negro para o ano de 2015. “ Os ventos não estão muito favoráveis devido aos resultados, mas eu confio plenamente no time, no projeto que estamos desenvolvendo e na minha comissão técnica”.

Roberley comadou o primeiro treino com bola realizado na tarde de terça, no campo Fazendário Clube. Para as próximas rodadas, o treinador disse que continuará o trabalho iniciado por Sérgio Duarte, mas que a equipe precisa de ajustes. “A questão é que o time precisa ajustar alguns detalhes táticos para emplacar. Tá faltando mais tranquilidade para a garotada. Temos que encaixar as peças nos lugares certos, para podermos fazer uma grande partida. Vamos levantar isso aí e reverter essa situação”, prometeu.


Publicidade
Publicidade