Terça-feira, 12 de Novembro de 2019
CRIME CONJUNTO

Robinho é condenado a nove anos de prisão por violência sexual na Itália

O sistema de justiça italiano permite vários níveis de recurso. Então, o atacante não receberá nenhuma sentença até que todo o processo seja concluído



robinho_33333.JPG Robinho passou quatro temporadas no Milan (Foto: AFP Photo/Olivier Morin)
23/11/2017 às 15:11

O atacante do Atlético-MG, Robinho, foi condenado nesta quinta-feira (23) a nove anos de prisão, na Itália, suspeito de envolvimento em um crime de violência sexual contra uma mulher de origem albanesa, segundo a agência de notícias Ansa. O crime teria acontecido numa boate em Milão, quando o jogador brasileiro estava na terceira de suas quatro temporadas no Milan.

Conforme a Ansa, o caso aconteceu em conjunto com outros cinco homens, no dia 22 de janeiro de 2013.



Ainda conforme o veículo, o sistema de justiça italiano permite vários níveis de recurso. Então, o atacante não receberá nenhuma sentença até que todo o processo seja concluído. A condenação aconteceu por parte da nona seção do Tribunal de Milão, presidida por Mariolina Panasiti.

Por meio de nota divulgada a imprensa, a advogada do jogador, Marisa Alija, afirmou que "Robinho não tem qualquer participação no episódio". Ela também destacou que todas as providências legais já estão sendo tomadas acerca da decisão.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.