Publicidade
Esportes
Craque

Rodrigo Ramos e Nando trocam elogios e pregam a paz na final do Campeonato Amazonense

Atacante do Princesa do Solimões entrou no decorrer do jogo e obrigou o goleiro do Nacional a fazer grande defesa. Após a partida ambos conversaram, trocaram elogios e o arqueiro do Naça aconselhou o camisa 23 do Tubarão 15/06/2015 às 12:13
Show 1
Nando e Rodrigo Ramos protagonizaram belo duelo na primeira partida das finais do Barezão.
Denir Simplício Manaus (AM)

Rivalidade à flor da pele. Essa foi a tônica das duas últimas finais de Campeonato Amazonense envolvendo Nacional e Princesa do Solimões. No entanto, uma centelha de paz parece que brotou no coração dos atletas no duelo do último sábado (13) entre as equipes. Nando, do Tubarão, e Rodrigo Ramos, do Leão, trocaram elogios e podem marcar a decisão do Estadual de 2015 como a “Decisão da Paz” no Barezão.

“Ele me procurou e veio me parabenizar. Me deu umas palavras de incentivo. Ele me disse que eu recebo uma carga muito grande... é a torcida me xingando o jogo todo. Disse que isso não é pra atrapalhar a minha carreira”, disse o atacante Nando, relembrando a conversa que teve com o goleiro Rodrigo Ramos logo após o final do jogo de ida da final do Campeonato Amazonense, na Arena da Amazônia.


Nando fez questão de parabenizar o camisa 1 do Leão da Vila Municipal e disse que Rodrigo Ramos foi um dos responsáveis pela vitória do Naça. “Eu dei os parabéns a ele (R.Ramos) também pela boa partida dele. Ele fez umas defesas que deram a vitória pro Nacional. A gente poderia ter um melhor resultado se não fosse ele. Mas eles foram merecedores e eu dei os parabéns”, admitiu o atacante do Princesa.

Servir de exemplo

Rodrigo Ramos confirmou que conversou com Nando depois do duelo entre as equipes e que o diálogo foi pra elogiar e apoiar o jogador do Tubarão, por conta dos acontecimentos da final do ano passado e do jogo do primeiro turno deste ano. “Foi verdade. Conversei com ele pra dar um apoio. Dizer pra ele não se influenciar pela torcida. Que ele tem uma história muito bonita no futebol do Amazonas e não pode deixar que a carreira dele fique manchada por causa disso”, disse.

“O futebol do Amazonas não pode ser marcado por confusões. O campeonato desse ano tem uma das melhores médias de gols do País. O Nacional foi campeão ano passado e poucas gente fala disso. Lembram mais da confusão que ocorreu. E seria um retrocesso caso isso volte a acontecer”, lembrou o camisa 1 do Leão.


O goleiro do Naça, que está em sua vigésima decisão de título, procurou saber a trajetória do atacante do Princesa e lembrou que ambos podem servir de espelho para os mais jovens. “Sei da trajetória dele no futebol amazonense. Que ele fez gol em final. Que ele tem 38 anos e talvez já pense em parar de jogar... e nós como jogadores mais experientes servimos de exemplo pros mais novos”, disse Rodrigo Ramos.

“Todos os atletas que já trabalharam com o Nando me disseram que ele fora de campo é um cara muito bacana. Que sempre fala de Deus e eu pedi pra que ele não deixe que essa imagem seja arranhada”, comentou o arqueiro nacionalino, relembrando da defesa que fez após chute do atacante do Princesa “Ele recebeu a bola, fez uma boa jogada e chutou forte de fora da área. Foi uma grande defesa. Fico feliz, pois isso é fruto de muito trabalho no Nacional”, finalizou Rodrigo Ramos.


Publicidade
Publicidade